16 frases para acalmar uma criança irritada

16 frases para acalmar uma criança irritada

16 frases para acalmar uma criança irritada

Criar os filhos não é uma tarefa nada fácil. E é só mesmo depois de sermos mães/pais que aos poucos vamos descobrindo a nossa forma de cuidar dos nossos pequeninos. O problema, e que muitas vezes, a nossa expectativa da mãe/pai que queríamos ser acaba por ficar longe da realidade. Por isso é que somos mães/pais reais!

Com as nossas rotinas cada vez mais atribuladas, lidar com a birra dos filhos é complicado! Quando estamos no supermercado e a criança começa a gritar, a nossa vontade é de sair dali ou simplesmente ignorá-la na tentativa quase suplicante de que ela pare.

Está-se a rever nesta descrição?

Muitas vezes ficamos irritados e explodimos com os miúdos por falta de ferramentas de suporte de inteligência emocional. Não sabemos como orientá-los a ter a atitude correta. Assim, vamos tentar substituir as frases que nos saltam da boca quando os nossos filhos estão irritados (e acabam por nos irritar também!), para responder-lhes de uma forma melhor, pensando no desenvolvimento deles a longo prazo.

As 16 frases para acalmar uma criança irritada, não são mais do que 16 frases a não dizer aos seus filhos quando estão em crise, e 16 formas positivas e conscientes para resolver a crise.

Comecemos sempre pelo que não devemos dizer e de seguida, como poderíamos comunicar positivamente.

❌ 1. Vai para o teu quarto!

✔️ Eu vou só ficar aqui até estares pronto para me dares um abraço!

Isola-lo apenas envia a mensagem de que há algo errado com seu filho. Ao dar-lhe espaço até que esteja pronto para voltar a envolver-se, os pais estão a garantir que estarão sempre ali para ele.

❌ 2. Para de atirar as coisas pela casa!

✔️ Se atiras com os brinquedos, eu acho que já não gostas de brincar com eles. É isso que se passa??

Essa forma de falar e ouvir foi desenvolvida para ajudar a comunicar emoções de uma forma não-violenta. E isso não só mantém a comunicação entre pais e filhos aberta, mas também mostra como contornar uma situação a partir da sua perspetiva. Assim, dá ao seu filho a chance de reformular as situações a partir da perspetiva dele.

❌ 3. Não te atrevas a bater no teu irmão/primo/amigo

✔️ Não há problema em sentires-te triste/irritado/raivoso, mas eu não te vou deixar bater em alguém. Ninguém se quer magoar.

❌ 4. Para de dizer que não!

✔️ Já percebi que não queres isto. Eu estou-te a ouvir. Vamos descobrir o que podemos fazer de diferente.

Ao reconhecer o “não” do seu filho, está a reduzir a o problema. Em vez de argumentar sim/não, mude o registo para se focar no futuro e na perspetiva de uma solução.

❌ 5. Estou a perder a paciência.

✔️ Se o verde indica calmo, o amarelo indica frustração e, o vermelho, raiva, eu estou no amarelo indo para o vermelho. E tu? Estás de que cor? O que podemos fazer para voltar ao verde?

Atribuir cores para as crianças expressarem como se sentem. Podem surpreender com o que dizem e quais os tipos de soluções elas irão propor.

❌ 6. Os meninos crescido não choram

✔️Eu entendo que estás chateado, e às vezes os sentimentos são complicados. Não há problema, essa tristeza/raiva/frustração vai passar e vai sentir-te melhor.

Vamos ser honestos. Quanto mais o seu filho crescer, maiores serão os seus problemas, e maiores as emoções que irá sentir. Dizer-lhe que os crescidos não choram ou não sentem raiva, frustração ou ansiedade é simplesmente uma mentira. Essa atitude ainda incentiva as crianças a evitarem ou reprimirem as suas emoções, o que prejudica o seu desenvolvimento de maneira saudável.

❌7. Calma! Não te enerves!

✔️ Eu também fico irritada/o às vezes. Quando isso acontecer, vamos tentar dar o nosso grito de guerreiro para acalmar os ânimos?

Um estudo recente revelou que gritar quando estamos emocionalmente em baixo pode interromper as mensagens de dor enviadas ao cérebro. Um grito de guerreiro pode trabalhar para libertar a energia raivosa de maneira lúdica. Escolham um e usem!

Assim transmite que é normal ter emoções que não controla, mas ações não. Separar a emoção das ação ajudará o seu filho a aprender a fazer o mesmo.

❌ 8. Quantas vezes tenho de te dizer a mesma coisa?

✔️ Já percebi que não me ouviste da primeira vez. Vou repetir e depois dizes-me o que eu disse.

Fazer com que seu filho repita o que ouve consolida a sua mensagem e a compreensão poderá ser melhor!

❌ 9. Estás impossível!

✔️ Não está fácil, não é? Vá, vamos descobrir juntos como resolver.

Quando as crianças sentem alguma grande dificuldade, é importante entender o porquê. Esta frase reforça a ideia de que estão do mesmo lado e a trabalhar para o mesmo o mesmo objetivo.

❌ 10. (Suspirar e revirar os olhos)

✔️ (Estabeleça contacto visual, lembre-se das qualidades maravilhosas do seu filho e sorria para ele)

Pratique esta atitude e veja como o seu comportamento muda.

❌ 11. Vai já lavar os dentes!

✔️ Queres lavar primeiro os teus dentes ou os do teu boneco?

Para as crianças as birras são uma forma de exercer controlo sobre o seu ambiente. Assim, é melhor oferecer aos filhos uma escolha e, por sua vez, algum controlo.

❌ 12. Para de chorar!

✔️ Diz-me com calma e sem chorar o que é que precisas. Como posso ajudar-te.

Às vezes as crianças choramingam e nem se apercebem. Ao pedir que reformulem as frases num tom normal, ensinamos que o tom e a forma como dizemos as coisas é muito importante.

❌ 13. Não sejas exagerado/dramático

✔️ Estás a ter uma grande reação a uma grande emoção. Se essa emoção tivesse a cara de um monstro, como seria?

Quando as crianças estão cansadas, famintas ou superestimuladas, reagem exageradamente. Atribuir uma cara à emoção exterioriza a questão e permite que as crianças respondam à sua própria raiva. Isso, posteriormente, ajuda os pequenos a exercer controle sobre as emoções.

❌ 14. Para de reclamar!

✔️ Eu estou-te a ouvir. O que é que sugeres/tens alguma solução?

Colocar a responsabilidade de volta na criança. Da próxima vez que o seu filho estiver a reclamar sem parar, peça-lhe que debata soluções. Lembre-lhe que não há respostas erradas, incentivando-o a dizer o que estiver a pensar de forma a que possam concluir coisas juntos.

❌ 15. És tão cansativo/chato/insistente

✔️ Eu sei que querias muito fazer/ter isso agora, mas uma vez que não é possível, o que achas se tentarmos organizarmo-nos para fazer isso amanhã/noutro dia?

O facto de não ser um “não” definitivo faz com que a criança acalme e tente planear esta ação para que venha a acontecer!

❌ 16. Já chega!

Eu estou aqui. Eu amo-te. Aqui estás seguro. Depois, sente-se em silêncio com o seu filho e permita que a emoção má vá embora.

Quando as crianças estão no auge da raiva ou do pânico, os seus corpos estão a experimentar uma reação ao stresse onde se sentem inseguras. Deixar que saibam que estão em segurança dá-lhes apoio até que o desconforto passe. Esta é uma habilidade vital de resiliência.

Revista digital destinada a pais e educadores de crianças incríveis! 😀
Digital Magazine , Up To KIds

Contamos com mais de uma centena de especialistas que produzem conteúdos na área da saúde, comportamento, educação, alimentação, parentalidade e muito mais.  Acreditamos em Pais reais, com filhos reais. 

Gostou deste artigo? Deixe a sua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.