As expectativas dos pais condicionam os seus filhos?

As expectativas dos pais condicionam os seus filhos?

As expectativas dos pais condicionam os seus filhos?

Os pais – mesmo que procurem evitar – têm sempre expectativas sobre os filhos.

Sobre aquilo que desejam que eles se tornem enquanto pessoas, enquanto adultos e enquanto seres em relação. E ter expectativas só por si, não é um entrave ao bem-estar e ao crescimento pleno dos filhos.

Aquilo que se pode revelar um verdadeiro entrave, é quando os pais projetam em massa essas expectativas na relação com os filhos. Nestas circunstâncias, isto acaba por se sobrepor aos desejos, objetivos e sonhos dos filhos.

Consequentemente, irá impedi-los de crescer na direção que sentem que é a sua.

Quando isto acontece, temos por norma, crianças e adolescentes que acabam por exercer um controlo muito grande sobre si próprios e sobre aquilo que pensam e sentem. Isto na tentativa de garantir que vão corresponder às expectativas dos pais e que nunca os vão desiludir. Situação que gera uma alta tensão para estas crianças e adolescentes e que tende a anular a sua espontaneidade e autenticidade.

Assim, é essencial que perante as expectativas que os pais, invariavelmente, têm sobre os filhos, haja mais espaço aos sonhos e objetivos dos filhos do que às expectativas dos pais.

As expectativas dos pais podem funcionar como uma bússola orientadora. Esta bússola ajuda os pais e os filhos a localizarem se estão a crescer alinhados com os valores certos. No entanto, nunca pode ser utilizada como uma âncora que prende os filhos às expectativas dos pais, sejam elas profissionais, sociais ou relacionais.

Este é um dos grandes desafios da parentalidade.

Os pais conseguirem, com tolerância e flexibilidade, permitir que os filhos cresçam na direção que o seu interior lhes diz, com a segurança do colo dos pais e a alavanca que uma família segura pode dar a um filho.

Sendo que, quanto mais os pais forem capazes de fazer este exercício, mais os filhos se sentem capazes de confiar aos pais a sua realidade interna, os seus próprios sonhos e as conquistas que querem alcançar.

Por Cátia Lopo & Sara Almeida,  Psicólogas Clínicas

                                                                                 

A Escola do Sentir, promove o desenvolvimento emocional e social do indivíduo.

No mundo infantil, a Escola do Sentir prima e anseia por uma educação holística, focada na criança/adolescente, alicerçada numa intervenção com pais e numa forte vertente de intervenção social e comunitária.

1 thought on “As expectativas dos pais condicionam os seus filhos?

Gostou deste artigo? Deixe a sua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.