Palavras

As palavras que as crianças destroem ou constroem?

As palavras que as crianças destroem ou constroem?

Se há coisa que os miúdos fazem quando começam a falar é improvisar, inventar ou até mesmo assassinar palavras. Muitos começam por não dizer os r’s, outros não dizem os l’s, mas a melodia e forma de falar tem pontos comuns a todas as crianças, o que faz com que consigamos reconhecer a chamada linguagem de bebés.

Nós pais, enquanto educadores, vamos corrigindo as palavras de forma a aperfeiçoar a fala dos nossos filhos: “não é cloquete, é croquete, Crrrrrrro-que-te“, dizia uma mãe há dias num corredor de supermercado, “não há meio de aprenderes”.

A verdade é que há letras que se aprendem apenas com determinadas idades, por isso é bom corrigir, mas sem grandes exageros. Lembre-se que depois de aprender a falar corretamente, nunca mais vai ouvir o seu filho a pronunciar de forma atabalhoada a palavra “Frigorífico”, por exemplo.

Depois há aquelas palavras, que cada criança inventa a sua, e que os pais não têm vontade de corrigir porque são simplesmente deliciosas.

Estas são apenas alguns exemplos de palavras deturpadas pelas crianças, e partilhadas pelas suas mães.

giraça

-Gosto muito de ver as giraças!

-Quais giraças, filho?

-As do Jardim Zoológico!

(Só Rir)

banhode imersão

-A mãe não pode atender o telemóvel porque está a tomar um banho de emissão. (Esta deu para perceber…:))
biberon-Posso levar o pom-pom para a escola?

Claro que a mãe já sabe o que é o Pom-Pom e lá resolve a questão.

bicicletaVou andar de chiclete! (Uma delícia)

broculos-Não gosto quando me dão berloques na escola…

-Mas quem é que te anda a dar berloques?

-As auxiliares!

Depois de alguma conversa lá se percebeu. 🙂

computador-Posso jogar no contador da mãe?

-Só quando aprenderes a dizer bem a palavra… LOL

ferrugento-O banco lá da escola estava rabugento e por isso tive de sair de lá!

-O banco?

-Sim

-O banco estava rabugento?

-Sim

(Estas conversas por vezes têm horas…)

pipoca-Podemos comer fofocas?

-Comer ou dizer?

-Hum? Comer! Enquanto vemos TV! 🙂

spiderman_45

-Posso ver o filme do Homariana outra vez?

(Lindo)
tiranossauro-Vou brincar com o Tio-Rex!

🙂

canetas

-Amanhã tenho de levar caretas novas para a escola porque as minha já não funcionam…

(Aquele momento em que o pai se põe a fazer caretas para dar ideias para o dia a seguir, até perceber que sqn )

Revista digital destinada a pais e educadores de crianças incríveis! 😀
Digital Magazine , Up To KIds

Contamos com mais de uma centena de especialistas que produzem conteúdos na área da saúde, comportamento, educação, alimentação, parentalidade e muito mais.  Acreditamos em Pais reais, com filhos reais. 

6 thoughts on “As palavras que as crianças destroem ou constroem?
  1. São mt engraçados!! Colecciono da minha filha algumas palavras que ela inventa e que vou partilhando no instagram. “Mama, fridei-me na perna”(fazer uma ferida é fridar), “os três reis magros”, “tenho um (g)borro de natal”, “gosto de ver o Mário Pony” (my litle pony)… “e os mijamask” (pjmasks)… Adoro, e guardo para mais tarde recordar!

  2. Mais ou exemplo?
    Quando era pequenina, em vez de Garrafão, eu dizia Fafarrão 😀
    É sempre engraçado partilhar estas coisas.

  3. Deixo aqui outro exemplo. o meu filho de 2 anos gostava muito de ver o CD do cicinhoto e de cantar “OI eh cicinhot, …”, que é como quem diz CD do gafanhoto!

  4. É mesmo divertido as palavras que os miúdos inventam. No outro dia, um neto com 3 anos pedia-me que lhe pusesse a gravação do filme “Casca”! Eu pensava que seria algum episódio que eu desconhecesse do Mickey porque ele adora este boneco animado. Depois de quatro ou cinco tentativas mostrando-lhe filmes, percebi finalmente o ele queria ver: uma gravação do filme Madagáscar! Ele olhava para nós, os avós, e dizia o título do filme com um ar tão assertivo que estava admirado que não o tivessemos entendido à primeira!
    Ele devia ter pensado: “imaginem, uma coisa tão fácil e eles não percebiam nada”!!!!

Concorda com este artigo? Deixe a sua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.