Coisas que as pessoas que não têm filhos têm de perceber

Coisas que as pessoas sem filhos têm de perceber.

Há coisas que as pessoas sem filhos têm de perceber.

É que é mesmo assim. Já passou o tempo das falinhas mansas.

Bem sabemos que vocês ainda andam aí no bem bom e que ainda ficam irritados porque um vizinho vos acorda ao meio dia de domingo (!!!), mas têm de perceber, vocês que não têm filhos, umas coisas:

– Não deixámos de ser as mesmas pessoas só porque temos filhos

Passámos a ter pessoas que sobrevivem graças a nós e, parecendo que não, isso é algo importante. E, portanto, para nós é agradável se formos convidados para eventos em que as crianças possam ir, possam ser alimentadas convenientemente, tenhamos sítios para mudar as fraldas, a música não esteja muito alto, não haja tabaco ao fartote, etc.

Não deixámos de gostar de vocês só porque demoramos mais de dois dias a responder-vos às mensagens. 

Simplesmente parece não haver timing perfeito na nossa vida para vos responder e vocês já não são a coisa mais urgente da nossa vida. Depois deles irem dormir, não queremos contacto social, queremos descanso.

– Sim, falamos muito dos nossos bebés.

Da mesma maneira que quando trocávamos de namorado falávamos muito disso ou quando nos chateávamos com alguém no trabalho também nos fartávamos de falar sobre isso. Qual é o problema de falarmos muito dos nossos bebés? Só por não terem um, quer dizer que é algo que não vos interessa?

– Somos as mesmas, mas mudámos.

Hão de reparar que conseguimos dar-vos perspectivas muito mais produtivas em relação à vossa vida. Não vos inflamamos, mas antes vos incentivamos a ter paciência, a recuar um pouco e a tentar agir com clarividência. Somos mães, estamos expostas a desafios tremendos no que toque a esse tipo de qualidades. Já levamos um avanço. Oiçam-nos.

– Também queremos prendas!

Quando vierem visitar a malta não se lembrem só da miúda que vos vai esquecer assim que saírem pela porta. Eu quero miminhos. Eu não sou só a mãe da miúda. Nem que seja uma fotografia da nossa última saída de loucura, o que for.

– Estamos cansados.

Sim, verdade que até podíamos deixá-los com os avós hoje e ir sair convosco, mas sabem que mais? Não nos apetece. E provavelmente sentimos que não vai compensar estarmos a cair de sono logo às 10h da noite e que o dia seguinte custe 45 vezes mais por estarmos cansados.
Somos os mesmos, mas em melhor e numa versão mais cansada, mas amamo-vos na mesma. Será que conseguem perceber?

1 thought on “Coisas que as pessoas sem filhos têm de perceber.
  1. Gosto muito das partes em que diz que “leva avanço”, “é melhor” e afins. Significa isso que se eu escolher não ter filhos ou não os puder ter, estarei eternamente “atrás de si” ou “pior”? E gosto também do “não se esqueçam de mim e tragam-me prendas, apesar de me esquecer repetidamente de vocês e não vos dar pevas”. Fantástico.

Gostou deste artigo? Deixe a sua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.