As crianças e o brincar ao Faz de Conta

São polícias, cozinheiros, elefantes e piratas, bailarinas, fadas, borboletas e moranguinhos.

São e querem ser tantas coisas, quanto o tamanho da imaginação e dos sonhos o permitir.

No Carnaval, como diz o ditado “ninguém leva a mal”.

É tempo de pequenos e graúdos se mascararem, assumirem diferentes papéis e brincarem!

Como tal, não há melhor altura que esta, para abordarmos um tema, que no fim de contas tem o mesmo peso de diversão e seriedade.

Falamos do Brincar ao Faz de Conta!

Por volta dos dois anos de idade, à medida que a criança se vai tornando autónoma no uso das competências linguísticas, emocionais e relacionais, vai começando a estabelecer associações entre as suas ideias e aquilo que observa em seu redor. Todas estas alterações e aquisições vão reflectir-se na tarefa mais importante da infância, o brincar.

Assim, se até aqui a criança brincava com os objectos, com uma atitude meramente exploratória, sem um objectivo definido ou sem lhes atribuir uma utilidade especifica ou simbolismo, começa agora a demonstrar uma intenção no uso dos objectos, revestindo as brincadeiras de lógica e significado.

A criança observa o mundo em seu redor, imita o que vê, principalmente as interacções entre nós adultos, e replica o que entende das observações que faz , nas suas brincadeiras.

Brincar ao Faz de Conta, possibilita à criança, a construção de um mundo real. Através da reprodução de situações sociais que permitem aos mais pequenos uma maior compreensão do mundo, mas também deles próprios.

A criança usa o seu mundo imaginário, para compreender o mundo real em que vive, através da representação de papéis.

Assim, um dia brincam aos médicos, outro às mães e aos pais e no dia seguinte aos polícias e ladrões.

Não devemos por isso, achar que esta é apenas mais uma fase.

Na verdade, devemos dedicar um tempo diário para comprar um bilhete, entrar no avião e viajar até ao mundo do faz de conta com os nossos filhos.

Devemos estimular estas brincadeiras, sem receios e sem preocupações e viajar até ao mundo do faz de conta.

O importante é não deixar esta fase passar sem nela participar.

E olhe que é mais simples do que imagina!

A sua cozinha pode transformar-se num restaurante ou supermercado, o sofá pode ser um autocarro, os lençóis uma tenda de campismo e uma caixa de sapatos pode ser um computador de última geração.

O brincar ao faz de conta, é uma etapa importantíssima no desenvolvimento da criança. A criança desenvolve a imaginação, a capacidade de planear e de estabelecer objectivos. Aprende a encontrar soluções para diferentes problemas, a definir e interiorizar regras sociais e expressar sentimentos. Estas competências são fundamentais para uma vida autónoma e saudável.

Por isso, vamos lá!

Grandes e pequenos mascarem-se, assumam as princesas ou o super herói que há dentro de vocês e brinquem!

 

imagem@dadlogic

2 thoughts on “As crianças e o brincar ao Faz de Conta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.