É preciso educar os pais para educar as crianças

É preciso educar os pais para educar as crianças

É preciso educar os pais para assim educar as crianças

A parentalidade é sem dúvida uma grande aventura.

Uma montanha russa de emoções, angustias, trabalho e muito retorno. Mas na maioria dos casos, quem decide “comprar o bilhete” e entrar no “carrossel” esquece-se que há riscos e principalmente que a viagem deve ser feita com segurança e muita responsabilidade.

Todos os dias somos bombardeados por notícias trágicas e infelizes que colocam em causa o desenvolvimento das nossas crianças e em última instância a sua vida. Numa sociedade tão democrática e critica, será que não se vê que o problema está essencialmente nas famílias e nos pais?

Sim, ser pai/mãe é ser responsável pelos nossos filhos.

As escolas, as instituições estão e devem apoiar, não substituir o papel dos pais.

A escola pública vai aumentar o tempo não letivo e logo se levantam vozes contra esta medida. Argumentos que os filhos devem passar mais tempo com os pais. Que não é de todo uma medida em prol das famílias. Como? O Governo está a oferecer um serviço que atualmente só as famílias com recursos financeiros podem usufruir, colocando os seus filhos em atividades pagas no âmbito particular.

Não está de todo a tornar “obrigatório” a permanência das crianças em contexto escolar.

A decisão é da família, e a família é soberana. Quem quer passar tempo com os filhos, não é “beliscado” por esta medida. Haja vontade das famílias estarem com os filhos.

Nos casos, dramáticos que infelizmente surgem, discute-se a “incompetência” das Instituições que não evitaram tantas catástrofes, mas esquece-se o debate da origem. Das famílias que tem o DEVER de proteger as suas crianças e simplesmente negligenciam imensas situações.

A intervenção deve começar ai, e a responsabilização também.

Disponibilizam-se recursos materiais (subsídios, apoios etc), mas não há recursos humanos que ensinem os pais a serem pais. Que os responsabilizem. E, principalmente que os eduquem. Um professor, uma educadora que assiste a uma criança que não tem cuidados de higiene ou alimentares e questiona a família, arrisca-se a ser insultada e mal tratada.

Antes de ser dar recursos financeiros aleatoriamente, ensine-se a usá-los, a perceber que cuidar é uma função dos pais, não é da escola, não é do hospital, não é das instituições. É da família!

É preciso educar os pais para educar as crianças

Eduquem-se os pais e responsabilizem-se, pois não há, nem nunca existirá nenhuma outra estrutura mais importante e fundamental no crescimento das crianças. Só pode dar Amor quem recebeu Amor!

Imagem@thinkstock

1 thought on “É preciso educar os pais para educar as crianças
  1. A verdade …nua e crua! A ausência dos Pais na protecção, no encaminhamento dos filhos é demasiada notória. É mais cómodo atirar com as culpas do que corre mal com as crianças para as costas dos outros, do que assumir que a FALTA é dos pais. Quando a criança vem ao mundo, SEM PEDIR, os pais são embrulhados numa OBRIGAÇÃO geral de tomarem consciência de que existe um ser, gerado por eles, e que para que esse ser, seja mais tarde um cidadão, em todo sentido da palavra, é preciso que os pais estejam PRESENTES! E porque nunca sabemos tudo, …eduquemos os pais, acompanhando, ensinando. Preparemos os pais, para que sejam melhores pais. Sejamos VERDADEIROS e não façamos como a cegonha …que esconde a cabeça na areia perante a tempestade!

Gostou deste artigo? Deixe a sua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Verified by MonsterInsights