14 Verdades que os professores deviam dizer aos pais

14 Verdades que os professores deviam dizer aos pais

14 Verdades que os professores deviam dizer aos pais

Se é verdade que os pais não nascem ensinados, também é verdade que às vezes precisavam de um quadro de regras. Deixamos aqui 14 Verdades que os professores deviam dizer aos pais:

1.Fomentar o bullying

O seu filho não é um amigo de circunstância, é alguém que deve receber dos pais formação de qualidade, sobretudo ao nível das atitudes e dos valores. Rirem-se juntos do colega que começou a usar óculos não é bom sinal.

2. Adaptação

As crianças não são máquinas. Adaptar-se a uma nova realidade escolar ou familiar pode levar tempo e prejudicar as notas. Os testes não são a única coisa que importa no desenvolvimento.

3. Exemplo

As capas de revista, os rappers e alguns super heróis animados são modelos normais para as crianças, se em dose controlada. Permitir que o seu filho se comporte como uma personagem de ficção o tempo inteiro é bem diferente.

4. Gadgets

Os videojogos e a TV cumprem uma função de entretenimento, não são reguladores de comportamento. Os jovens não aprendem a viver socialmente se não se relacionarem com as outras pessoas.

5. Pais e filhos são pais e filhos

Existe uma hierarquia bem clara entre pais e filhos. Invertê-la não é natural.

6. Motivação

Dizer à boca cheia que o seu filho não consegue, é admitir que desistiu de o ajudar. Especialmente se ele estiver a ouvir.

7. Educação física

A educação física é tão importante como qualquer outra disciplina curricular. Se o seu filho inventa desculpas para não praticar exercício e os pais assinam em baixo, estão a errar duplamente: promovem o sedentarismo e ao mesmo tempo ensinam a mentir.

8. Trabalhos para casa

Não marco trabalhos de casa se me garantir que (sem eles) vai acompanhar na mesma a matéria que o seu filho está a estudar. E as dificuldades.

9. Faltas de material

Desculpar-se pela falta de material como se de um erro seu se tratasse nunca irá tornar o seu filho responsável.

10. Estacionamento

Estacionar em segunda fila e perder-se na conversa com outros pais, enquanto eu espero, é de mau tom.

11. Fale comigo

Se o seu filho tem problemas sociais com colegas que não consegue resolver, procure a ajuda do professor. Não lhe compete abordar diretamente outras crianças pelas quais não é responsável. Disputas que não afetem o bem-estar físico e psicológico devem ser resolvidas entre os mais novos.

12. Acompanhe o seu filho sempre que possa

Passar todos os dias à porta da escola e nem sequer entrar para perguntar como correu o dia, dá a entender que a educação ocupa o último lugar da sua lista de prioridades.

13. Reuniões gerais de pais

Mesmo que tenha o dom da palavra, apoderar-se dela durante toda a reunião de pais perturba a minha gestão de tempo. Prometo dar-lhe toda a atenção numa reunião individual.

14. Não falar mal dos professores

Evite comentários impróprios sobre os professores em frente ao seu filho. Se pensar um pouco, verá que é ele quem está a afetar primeiro.

imagem@inspectorinsight

 

LER TAMBÉM…

18 coisas que os pais deviam dizer aos professores

Carta de um pai ao Diretor da Escola

Vai visitar uma escola? 9 perguntas indispensáveis ao director

 

3 thoughts on “14 Verdades que os professores deviam dizer aos pais
  1. Estou completamente de acordo com a Maria, infelizmente nós não valorizamos a arte e as noções estéticas às grandes corporações, e pagamos caro, porque nao entendemos essa escolha e equilíbrio na formação que deveria ser logo de pequeninos.

  2. Faltou: A educação de artes visuais, performativas e música é tão ou mais importante como qualquer outra disciplina curricular pois promove o desenvolvimento humanista, psicológico, cultural e físico da criança. Ao contrário de outras disciplinas, a diversidade que caracteriza as artes acolhe todos e promove o reconhecimento do valor da diferença. Ao desvalorizá-las está a diminuir o potencial da criança e a condená-la ao conformismo.

    1. Faltou: A educação de artes visuais, performativas e música é tão ou mais importante que qualquer outra disciplina curricular pois promove o desenvolvimento humanista, psicológico, cultural e físico da criança. Ao contrário de outras disciplinas, a diversidade que caracteriza as artes acolhe todos e promove o reconhecimento do valor da diferença. Ao desvalorizá-las está a diminuir o potencial da criança e a condená-la ao conformismo e à intolerância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.