7 Reflexões para melhorar o tempo passado em família

  1. É daquelas pessoas que diz sim a tudo?
    Use e abuse da palavra “não”. Diga não lá no emprego. Não pode fazer. Não tem tempo. Não, obrigado. Pergunte a um amigo de confiança, se ele acha que você diz sim a tudo. Se assim for, está na hora de mudar.
    Assertividade faz ganhar tempo. E não se desculpe com o fantasma do despedimento. Há muitos patrões capazes de valorizar quem sabe dizer não. O seu, pode ser um deles. Experimente. Dizer não na hora certa, pode levá-lo mais cedo para casa. Dizer sempre sim, vai trazer-lhe mais trabalho. E mais. E mais.
  2. Para si, qualidade é…
    De uma vez por todas: quantidade, não é qualidade. Queremos tempo de qualidade com a família. A reflexão sobre a qualidade de tempo deve ser feita. Falem sobre o significado de qualidade. Almejem momentos maravilhosos. Se não conseguirem, tentem para a próxima. Momentos maravilhosos podem acontecer num curto espaço de tempo.
  3. Onde está a vossa lista?
    Façam uma lista com os dez momentos épicos vividos em família. (e já agora partilhem um aqui no post)
    Onde foram? Qual foi a experiência, a peça de teatro ou o almoço mais marcantes? Quais são as memórias que estão a habitar a casa da saudade, qual hóspede permanente? Façam um “Plano” para repetirem algumas dessas experiências. Encham a vossa vida com mais hóspedes de tal calibre.
  4. Como ganhar poderes especiais?
    Defina-se. Uma coisa é gastar tempo. Outra, é ganhar tempo. Praticar exercício físico dá energia. É ganhar tempo. Não se desculpe com o horário preenchido. Com a vida corrida. Há cada vez mais estudos a indicar: treinos de curta duração, mas com alta intensidade, fazem maravilhas. Pesquise e informe-se sobre isso. Descubra o ideal para si. Estabeleça a sua rotina. Vai sentir-se mais presente quando estiver com a sua família. Vai sentir-se na posse dos seus poderes especiais.
  5. Enfrente o “elefante na sala”.
    O miúdo acorda à noite? Porque é que o miúdo anda a dormir mal? Não o tem posto a dormir na sua cama, pois não? Há aqueles acordares normais, mas pode haver um desconforto em alguma área da vida da criança, caso ela ande a acordar sobressaltada. Tente recolher informações. Com quem pode falar? Quem o pode ajudar? Não ignore nem deixe andar. Agora é o momento.
  6. Da sala de jantar avista o seu escritório?
    Arrume a mala do trabalho. Nunca tenha em casa material de trabalho à vista. Trabalha em casa? Então ainda mais importante é este ponto. Esconda, guarde, arrume, tire da vista…estas coisas sugam energia. E tempo. Tempo precioso.
    Pronto, se for o portátil, como o vai usar para pesquisar coisas como “esplanadas para levar crianças” e “ressuscitar telefone afogado“, assim pode ficar à vista.
  7. Água. Beba água. Jogue “batalha naval”. Use uma chaleira elétrica para ferver água e poupar tempo no creme de legumes ou no chá. Visite a “Ponta do Sal” em São Pedro do Estoril, procurem o anfiteatro e avistem o mar. No fim de semana, guarde o telefone num copo de água.

 

Por Alfredo Leite, Mundo Brilhante, 
para Up To Kids®

Todos os direitos reservados

image@livemans.com

Gosto de iniciativas “sem tretas” e com alma. Como a Up to Kids, por exemplo.

A criação do Mundo Brilhante permite-me visitar escolas de todo o país e provocar os diferentes públicos para poderem melhorar. Agitamos. Queremos deixar marcas.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.