Como escolher uma escola de dança?

Como escolher uma escola de dança?

Como escolher uma escola de dança?

Quando pensamos em colocar os nossos filhos numa atividade extracurricular, preocupamo-nos em fazer algum trabalho de pesquisa. Assim garantimos que os vamos inscrever num sitio que corresponda às necessidades específicas para a boa realização dessa atividade.

E se por um lado qualquer leigo consegue escolher uma piscina para colocar os filhos na natação, quando se trata de uma escola de Dança, as questões a ter em atenção já são mais complexas.

A Bailarina, coreógrafa e Professora de Dança Clássica Ana Köhler enumera cinco características relevantes aquando da escolha de uma escola de Dança. Tome nota:

1. Possuir estúdios com chão adequado às exigências físicas da Dança.

A Dança é uma atividade extremamente física. Que exige um elevado número de saltos que podem provocar stress nos ossos e nas articulações. O calçado utilizado nas aulas não protege o impacto que determinados movimentos exigem do corpo. Causam stress nos joelhos e nas costas. A melhor forma de proteger o corpo de uma criança ou adulto é escolher uma Escola de Dança que tenha o chão adequado. Deverá ser linóleo ou madeira maciça com “caixa de ar”.
Os nossos estúdios possuem um chão de madeira maciça, com uma elevação de 22 cm.  Proporcionando um efeito de “trampolim” na execução de saltos ou outros movimentos. Assim evita-se o efeito de stress nas articulações e ossos, protegendo a saúde física dos alunos.

2. Limitar o número de alunos por turma.

Uma turma com menos alunos facilita o desempenho do professor ao nível da disciplina, rigor e proporciona um ensino mais personalizado.
As aulas na EDAK, têm um número limite de 12 alunos por turma.

3. Organizar uma divisão etária mediante critérios de selecção.

É um fenómeno recorrente, em algumas Escolas de Dança, a mistura de idades de forma a concentrar os alunos em turmas.
A EDAK divide os alunos de acordo com as suas capacidades motoras, cognitivas e de concentração e por faixas etárias que facilitam a obtenção dos objectivos a cumprir até ao final de cada ano letivo.

4. Desenvolver um programa curricular

Uma Escola que possua um programa curricular vai ajudar o seu filho a aprender, compreender e desenvolver um gosto mais apurado pela dança, evitando desistências e desmotivações consequência da repetição de movimentos sem nexo e sem metodologia.
A EDAK segue o Método Vaganova de São Petersburgo, ajustado às capacidades de cada faixa etária.

5. Promover um espectáculo final.

Apesar de muitas Escolas de Dança não promoverem um espetáculo final, a EDAK realiza um espetáculo anual em perfeita sintonia com a aplicação dos objetivos estabelecidos para cada grupo.

Após a criação da coreografia, isto é, a partir da segunda metade do ano, as aulas mantêm o conteúdo habitual. Mas reservam-se cinco ou dez minutos finais para o ensaio do espetáculo, mantendo assim o rigor do ensino.
O objetivo principal subjacente à realização do espetáculo anual é a pedagogia de saber estar num Teatro e a apresentação, em palco, dos conhecimentos adquiridos ao longo do ano.
Esta metodologia proporciona igualmente, a manutenção do equilíbrio necessário entre o trabalho em estúdio e no palco.

 

imagem@photobucket.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Instagram did not return a 200.