respirar-com-mindfulness

respirar-com-mindfulness

Limpar o corpo com a respiração – Uma prática de meditação Mindfulness

Limpar o corpo com a respiração – Uma prática de meditação Mindfulness

A maior parte de nós passa muito mais tempo na cabeça do que no corpo. E damos também demasiado valor ao que se passa na cabeça, na nossa mente, aos nossos pensamentos.

Já pensaste no facto de que só porque tens um pensamento, não quer dizer que esse pensamento seja verdadeiro?

Existe um grande desequilíbrio na atenção que prestamos ao nosso corpo comparado com a atenção que prestamos à mente e os pensamentos. Houve uma altura, antes de desenvolvermos muito a nossa capacidade de raciocínio em que confiávamos plenamente no corpo- quando éramos crianças. Quando não havia pensamentos, crenças e ideias para avaliar e julgar aquilo que acontecia. Por outro lado, nessa altura, também haveria um desequilíbrio inverso.

Quando praticamos Mindfulness podemos atingir o verdadeiro equilíbrio. Podemos saber quando é para utilizar mais na mente e quando é para confiar mais no corpo. Talvez esse equilíbrio se encontra quando estamos em conexão com o nosso coração… e até podemos dizer que o Mindfulness se transforma em Heartfulness.

Quando fazemos regularmente um ”check-in” ao nosso corpo, algo que pode ser feito de muitas formas diferentes, conseguimos obter feedback valioso em relação a nossa saúde física e emocional. Também se torna mais fácil ouvir a nossa alma e o nosso coração.

Hoje quero partilhar contigo uma prática que vai desenvolver a concentração e a capacidade de ouvir para dentro. Nesta meditação terás uma oportunidade para treinares a direcionar a respiração para diferentes partes do teu corpo.

Quando praticamos meditação Mindfulness a respiração funciona como a nossa principal âncora. Está sempre connosco, aonde quer que vamos. Cada vez que a tua mente vaguear, cada vez que te apanhares nas historias da tua mente (isto vai acontecer de certeza), redireciona, com gentileza a tua atenção para a respiração. As vezes pode ser necessário redirecionar a atenção centenas de vezes, outras muito menos. Seja como for, é só como é para ti no momento e está tudo bem.

Às vezes quando direcionamos a atenção a algo que normalmente evitamos podemos sentir emoções fortes. Se às vezes sentires que é demasiado para ti, então interrompe a prática e recomeça mais tarde. Na prática de meditação Mindfulness estamos a (re)aprender a confiar na nossa sabedoria interior e estamos a (re)aprender a ouvir o nosso corpo.

  • A prática de limpar o corpo com a respiração

Esta prática simples é uma espécie de Body Scan (exploração corporal) – uma das meditações Mindfulness mais comuns e mais conhecidas. Também é uma das poucas meditações que por norma se faz deitado, mas se preferires também te podes sentar ou estar numa posição mais inclinada. A intenção aqui é focares a tua respiração e direciona-la para dentro e à volta do corpo.

  • A prática

 Deita-te preferencialmente no chão. Se isso não for confortável para ti escolhe outra posição.

 Coloca toda a atenção na respiração .

 Foca-te no sítio do corpo onde mais sentes a tua respiração (pode ser na barriga, no peito, nas narinas ou outro sítio).

Inspira, expira e fica com a experiência da respiração. Faz apenas o que estás a fazer, que é respirar. Deixa a respiração acontecer exatamente como o teu corpo quer respirar, sem a tua intervenção mental. Inspira, expira….

Agora coloca a atenção novamente na respiração como um todo, imaginando que ela está a varrer o teu corpo. Inspirando pelo topo da cabeça, enchendo o corpo com ar, expirando pela planta dos pés.

Depois inspirando pela planta dos pés, permitindo que o corpo fique cheio de ar, com vida, com energia… expirando pelo topo da cabeça.

Continua o tempo que achares bem, varrendo o corpo com a respiração, inspirando e expressando de cima para baixo, de baixo para cima. Isto é uma prática que pode durar poucos minutos e pode demorar uma hora. És tu que decides.

Lê estas instruções algumas vezes para depois experimentares sozinho/a. Se eventualmente sentires necessidade podes gravar a sequência com a tua própria voz, ou pedir à alguém para o fazer. Assim já tens a tua meditação guiada e personalizada!

Eu utilizo esta meditação em várias situações. E também a faço em pé. Ainda noutro dia estava numa enorme fila no banco. Fechei os olhos, e respirei, varrendo de cima para baixo, de baixo para cima. Aliás, filas são excelentes oportunidades para a prática de Mindfulness.

Falarei mais sobre isso no futuro.

Até lá! Boa prática! E dá-nos feedback!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.