Manter a calma nas férias com Mindfulness

árvore-da-gratidao

Manter a calma nas férias com Mindfulness

Manter a calma nas férias com Mindfulness

Não sei se és como eu. Adoro estar de férias com os meus filhos.

É divertido, muita ação e muito amor. Também é cansativo, é desafiante e existem muitos conflitos. E, às vezes, não me apetece nada estar de férias com eles. Mesmo. E está tudo bem!

Há muitos anos livrei-me da culpa que sentia quando ia de férias sem os meus filhos. Aliás, hoje em dia acho essencial para a recarga das minhas próprias baterias… e assim consigo acompanhar melhor a velocidade deles. E divirto-me muito mais! Mesmo assim, há momentos em que sinto que as férias de verão são mesmo loooooongas. E há momentos em que parece que os meus filhos não se sabem entreter sozinhos e sinto-me uma espécie de animadora e os meus filhos têm a expectativa que os vou entreter durante horas e horas.

Sei que não é bem verdade, mas às vezes parece… E se és como eu, às vezes ficas mesmo sem ideias (e farta)… mas está tudo bem! Nestes momentos paro e lembro-me que além de serem uma recarga essencial das baterias, as férias são sobre conexão. E muitas vezes sobre re-conexão. Rebuscando a conexão que muitas vezes se perde na correria do dia-a-dia.

Hoje quero partilhar contigo 10 ideias de atividades de Mindfulness que podes fazer com os teus filhos.

Não só ficas com ideias de coisas para fazer como podes fazer uma viagem para dentro, para o interior, cultivando a calma, a paz, a tranquilidade, a reflexão e a conexão.

1.FAÇAM UM ”MIND-IN-A-JAR”

Estes jarros são relativamente fáceis de fazer e são uma experiência sensorial muito engraçada, tanto para nós como para as crianças. A ideia é que os brilhantes dentro da jarra representam as nossas emoções e os nossos pensamentos. Agitando o frasco conseguimos ver como as emoções e os pensamentos podem ficar muito agitados, mas se pousarmos o frasco, após algum tempo, todos os brilhantes acabam no fundo do frasco… exatamente como acontece com as emoções.
Podem falar e refletir sobre os pensamentos e as emoções, brincar de várias formas, talvez fazer um jogo a ver se conseguem ficar a olhar para os brilhantes até estarem todos no fundo, sem falar e respirando apenas.

2. FAÇAM MEDITAÇÃO EM ANDAMENTO

Isto é o Pókemon Go do Mindfulness. Vão lá para fora andar, e andar mesmo. Olhem para os pés. Experimentem andar com os olhos semi-fechados ou até fechados. Sentindo cada passo. A sensação debaixo dos pés (se estiverem descalços melhor ainda!), a sensação das pernas, experimentem ritmos diferentes. Deixa ser o teu filho a guiar… dando instruções curtas, ”mais rápido!” ”lento” ”pára!”, de resto mantenham-se em silêncio. Parem de vez em quando para ouvir os sons, olhar para as cores e as formas…

3. FAÇAM BOLINHAS DE SABÃO

É um excelente exercício para praticar a atenção plena e a respiração profunda. Incentiva o teu filho a inspirar profundamente e expirar leeeeentamente quando sopra. Incentiva-os também a observar as bolas de sabão a serem formadas, a voarem, a rebentarem. Observem as cores e as sensações quando as bolas rebentam na vossa pele.

4. BRINQUEM COM BALÕES

Enche alguns balões. Começa por colocar um balão no ar e pede ao teu filho para manter o balão no ar com toques suaves. De seguida, vai acrescentando balões para a criança manter no ar. Isto é um bom exercício para as crianças mais ativas e que gostam de desporto e de ter algum tipo de objetivo (que neste caso é manter o balão no ar o máximo tempo possível/dar o máximo de toques).

5. PRATICA MINDFULNESS EATING

Isto é uma adaptação de um jogo que se fazia sempre nas festas de anos na Suécia quando eu era pequena.

Prepare 5-10 taças com alimentos diferentes. Pedaços de fruta, vegetais, frutos secos etc. A ideia agora é a criança explorar e investigar o alimento com os cinco sentidos. Coloca uma venda na criança, pede para ela respirar, focar-se e põe o alimento na mão da criança. Diz para ela sentir, cheirar e ouvir (sim, ouvir! é uma experiência engraçada ouvir comida), para depois colocar o alimento na boca. Antes de poder mastigar tem de sentir o alimento nos dentes, na língua, no céu da boca e só depois pode começar a mastigar, lentamente.

Incentiva a criança a descrever os sabores e as sensações e apenas no fim dizer qual o alimento que é. Tira a venda e olhem agora para a taça desse alimento, descrevendo o alimento como se nunca a tivessem visto antes.

6. PINTEM MANDALAS

Compra um dos imensos cadernos com mandalas que existem ou façam as vossas próprias mandalas. Compra pedras ou vão apanhar pedras à praia para depois pintarem com as vossas mandalas personalizadas (marcadores normais funcionam em algumas pedras, em outras não, tinta acrílica funciona muito bem). O meu filho mais novo adora esta atividade, e eu também!

7. FAÇAM MASSAGENS

Faz uma massagem ao teu filho e deixa-o fazer-te uma também. Fala com ele sobre o que ele sente quando recebe a massagem e o que sente quando faz a massagem, tanto fisicamente como emocionalmente. Dá lugar a conversas lindas.

8. REFLITAM SOBRE O QUE APRECIAM

Pergunta ao teu filho o que ele aprecia nele próprio. Diz-lhe o que aprecias em ti. Depois diz o que aprecias nele e pede para ele fazer o mesmo sobre ti. Depois falem sobre o que apreciam na vossa vida em família, na vossa casa, na vossa cidade, em Portugal e por aí fora.

9. FAÇAM YOGA JUNTOS

Qualquer sala ou jardim pode ser transformado num espaço para fazer yoga. Yoga e mindfulness podem andar de mãos dadas. A internet está cheia de inspiração. Vê por exemplo este vídeo

10. FAÇAM UMA ÁRVORE DE GRATIDÃO

Não é preciso um dia especial como o Dia de Ação de Graças (Thanksgiving Day). Podemos praticar gratidão a qualquer altura e fazer uma árvore de gratidão é uma atividade de trabalhos manuais (que são sempre bons para desenvolver a atenção plena) engraçada que também nos permite fazer reflexões especiais.
Podes ver aqui como fazer a árvore

imagem@educamais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.