mindfulness-criancas

mindfulness-criancas

Mindfulness para Crianças

“A mente é como a água, quando está calma e em paz, pode refletir a beleza no mundo. Quando está agitada, pode ter o paraíso em frente e não o reflete!” – David Fischman

Atualmente, as pessoas vivem agitadas, inquietas, distraídas, numa vida extremamente exigente onde não existe um botão de pausa. É fundamental criar tempo e espaço para que as pessoas possam simplesmente parar e entrar em contacto, centrarem-se em si próprias. Apropriarem-se das suas necessidades, das suas emoções, dos seus impulsos e do seu corpo, libertando a mente….

Mindfulness não é mais do que a capacidade de colocar o corpo e a mente em posição de observar passo a passo o fluxo de pensamentos, emoções e ações que navegam e se revelam em nós. É uma presença consciente, uma atenção plena para a vida e na vida….

Uma disposição aberta e sincera para compreender o que está a acontecer em nós e à nossa volta. Uma atitude de investimento e plenitude em vez de uma atitude de fuga, que inviabiliza a capacidade de viver no aqui e agora. Viver no momento presente não é o mesmo que pensar sobre o momento presente, na medida em que é exatamente esse excesso de energia na zona da cabeça, essa hiperatividade mental, preocupação e confusão que nos esgota e nos obriga a ligar o piloto automático na execução das tarefas quotidianas, anulando a possibilidade de estar atento e consciente. Quando vivemos com o piloto automático ligado é como se vivêssemos na estratosfera! Já lhe aconteceu ir a guiar e não se lembrar de passar na portagem, não reter o que lhe foi dito ou simplesmente o seu filho não ouvir chamar para ir tomar banho!?

Todos precisamos de desenvolver esta capacidade de estar inteiros no aqui e no agora das nossas vidas, inclusive as crianças. Cada vez encontramos mais crianças com ansiedade, dificuldades de concentração, dificuldades relacionais e sintomas de depressão; Cada vez encontramos mais crianças desenraizadas…. Vivem aparentemente satisfeitas nesse “planeta X” mas revelam muitas dificuldades na vivência e convivência no planeta terra.

O que é que se passa com estas crianças? Como será que o Mindfulness pode ajudar?

Por algum motivo, que é com certeza diferente para cada criança, esta estrutura de fuga funciona como mecanismo de defesa, para o que está a ser difícil de gerir e assim vão alienando-se de si próprios e da vida. É fundamental que possam percorrer um caminho no qual sejam capazes de se apropriar de todo o seu ser, resgatando um corpo que se encontra “amputado”, uma voz interna que está silenciada e todas as emoções continuamente abafadas em prole de uma vivência aparentemente mais tranquila, mas alienada.

Esse é o caminho do desenvolvimento da consciência e domínio de si; Esse é o caminho que permite desligar o piloto automático, que nos desenraíza de nós e do mundo, em função de uma forma de estar na vida, presente, voluntária e capaz de harmonizar e integrar os impulsos emocionais.

Mindfulness é algo extremamente complexo e simples ao mesmo tempo! É como um botão de pausa nas nossas mentes em constante funcionamento e agitação. É uma forma de modelar, educar e aperfeiçoar o grande potencial da nossa mente.

Poderíamos simplificar e dizer que Mindfulness é uma técnica de meditação. Para mim é muito mais do que uma técnica, é uma forma de vida que pode ser ensinada aliando relaxamento a consciência, através da respiração, permitindo um maior equilíbrio do sistema vegetativo.

Será difícil conseguir que as nossas crianças, frutos de uma cultura Ocidental desenvolvam com facilidade essa capacidade para meditar. No entanto, podemos simplesmente relembrar para a necessidade de parar, respirar, fechar os olhos e tomar consciência das suas emoções e do seu corpo.

Esta é uma tarefa que pode ser desempenhada por todos os educadores, pais ou professores com grandes benefícios, tais como:

  • Alívio do Stress;
  • Equilíbrio físico, emocional e mental;
  • Presença Consciente;
  • Comunicação Consciente;
  • Educação Emocional;
  • Concentração;
  • Atenção Plena.

Experimente pedir ao seu filho que pare o choro ou a birra, feche os olhos por um minuto que seja e respire fundo!

Aprecie os resultados….

imagem@attiliopiazza

Psicoterapeuta Corporal e responsável pelo Espaço CresSer.

Considero a psicoterapia como uma ferramenta fundamental no desenvolvimento pessoal, na qualidade de vida e de relação com os outros. A psicoterapia é para todos e não apenas para alguns.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.