Muito estudo e pouco resultado? Estratégias para desenvolver com o seu filho ou aluno.

Muito estudo e pouco resultado? Estratégias para desenvolver com o seu filho

Muito estudo e pouco resultado? Estratégias para desenvolver com o seu filho ou aluno.

Faz parte do grupo de pais que todos os anos se questiona sobre o assunto?

  • O seu filho estuda, mas as notas continuam baixas.
  • Parece que o estudo não rende.
  • Na época dos testes diz que correu bem mas depois tem resultados baixos, ou simplesmente diz “tive uma branca”.
  • Este desempenho começa a fazê-lo ter menos vontade de estudar e torna-o mais resistente às aulas.

Se isso acontece, pode ser o caso de alguma dificuldade de aprendizagem não diagnosticado, como Discalculia, Dislexia e Disortografia ou outras Perturbações Linguísticas, ou ainda alguma Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção.

Caso tenha essa dúvida, deverá procurar uma equipa especializada para o despiste.

Caso não haja quaisquer das dificuldades de aprendizagem especificadas anteriormente, muitas das vezes pais rotulam o filho como preguiçoso, quando na verdade pode-lhe estar a faltar um bom método de estudo e o crucial de tudo, a MOTIVAÇÃO.

Por norma, todo o jovem sente-se motivado para aprender porque isso faz parte da sua constituição. É intrínseca essa exploração inata, onde precisam descobrir coisas novas e consequentemente, precisam de ajuda para isso. Não é por acaso que os processos de aprendizagem se iniciam e desenvolvem em ambientes onde os jovens possam tocar, experiênciar e fazer perguntas.

No entanto, a aprendizagem não depende, nem só do educador/professor, nem só do aluno, depende também de factores psicológicos, cognitivos, motivacionais e acima de tudo da relação que os pais e familiares têm com o seu educando e da sua participação académica.

Deixamos aqui algumas das muitas orientações e estratégias que podem desenvolver com os vossos educandos, para que estudar seja um eficaz momento de aprendizagem:

  • Consciencializar da importância do estudo

Criar a necessidade de aplicar a matéria académica no seu dia-a-dia ou no seu futuro; criar a necessidade de o jovem aprender para atingir outros objetivos;

  • Tornar mais produtivo o estudo:

  1. Começar por estudar a matéria que menos gosta;
  2. Incentivar o estudo porque irá aprender mais e não pela nota;
  3. Procurar criar interesse para o aluno em todas as matérias leccionadas e apreeendidas;
  4. Não estudar sequencialmente as áreas de conhecimento parecidas, uma pode confundir a outra. Ex: Intercalar Português – Matemática; Ciências – História;
  5. Refazer as atividades dados em sala, diariamente – a prática autónoma desenvolve a aprendizagem.
  • Organizar o horário de estudo:

  1. Reservar pelo menos 2h de estudo diário;
  2. Procurar estudar os conteúdos apresentados pelo professor o mais cedo possível após a aula;
  3. Fazer um intervalo de dez minutos a cada 50 minutos de estudo;
  4. Estudar primeiramente os conteúdos mais difíceis – estudar alternadamente conteúdos onde haja mais ou menos dificuldade.
  5. Não esperar sentir vontade para começar a estudar na hora marcada; Seguir o plano de estudo até formar o hábito;
  6. Utilizar o domingo como dia de descanso, no máximo usá-lo para a leitura.
  7. Não esquecer de deixar espaço para o lazer, diversão e atividades motoras e ao ar livre fazem muito bem e estimulam o cérebro;

Outras estratégias igualmente importantes a aplicar:

  • Tentar desmistificar o factor ”decorar”/“memorizar”, o importante é entender a ideia do conteúdo apresentado, seja através de esquemas visuais, seja através de tópicos e respetiva descrição;
  • Estudar antecipadamente e nunca na véspera de um teste – ter tempo para debater dúvidas e conhecimentos adquiridos;
  • Utilizar métodos e estratégias variadas e propostas de atividades desafiadoras e multi-sensoriais – quebrar a rotina em aprender sempre sentado numa cadeira, a ouvir, a escrever numa folha ou a ler num livro;

A educação positiva pode contribuir para o sucesso escolar. Assim:

  • Manter sempre um bom relacionamento com o educando, e consequentemente, um clima de harmonia;
  • Oferecer-lhe segurança para que se sinta à vontade quando tiver dúvidas – dar abertura para que se expresse por meio do diálogo;
  • Evitar punições e ameaças, educar não se baseia só com castigo, porque senão o fracasso académico acaba por ser algo ainda mais negativo para o educando; Opte pelo reconhecimento do esforço, com elogios e recompensas (evitar as monetárias, e optar por recompensas construtivas, como um livro que queria muito ou até um passeio ou viagem);
  • Tente ser o exemplo, mostrando ter hábitos de leitura, incentivar atividades familiares educativas (como ida a museus, jogos educativos, leituras);
  • É importante que os pais disponham de algum tempo para auxiliar os filhos nas suas atividades escolares, demonstrando interesse e apoio pelos estudos, estimular o pensamento e reflexão do jovem, para identificar e analisar, ajudando-o a pensar com autonomia, ensinando critérios para filtrar as informações recebidas diariamente;
  • Os pais podem estudar com o filho, mas é importante que o auxilie a aprender a estudar sozinho. Cada sujeito desenvolve a sua capacidade de aprendizagem, nenhum filho tem que ser comparado a outro, pois cada um tem um ritmo diferente aliado as diferentes estratégias.

Estudar é aprender, é desenvolver-se, é tornar-se um jovem mais maduro e mais capaz.

Então é algo bom e os educandos precisam ver isso de uma maneira positiva.

 

Por Patrícia de Sousa Teixeira

No âmbito da educação somos um centro de explicações que se distingue claramente de todos os outros! Pretendemos, não só, formar bons alunos mas também jovens esclarecidos e competentes para tomarem decisões.

Mais do que uma marca associada a um espaço o nome HOW TO é um conceito! Um conceito pedagógico, aliado às tecnologias, que pretende transmitir o valor da aprendizagem e de como ela nos torna pessoa.

4 thoughts on “Muito estudo e pouco resultado? Estratégias para desenvolver com o seu filho
  1. boa tarde faço tudo isto mas nao consigo que a minha filha goste de estudar para ela e uma turtora sempre estudar e como sai tarde da escola e deita se cedo tem pouco tempo para brincar e ja nao sei que fazer

    1. Bom dia!
      Se quiser enviar o seu numero de telefone por mensagem privada para o meu email (howto@sapo.pt) posso ligar-lhe e explicar lhe algumas estratégias
      Obrigada,
      Ana Miguel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Instagram did not return a 200.