O Infarmed ordena a suspensão imediata da comercialização e a retirada de todas as unidades existentes no mercado do creme para crianças Barral BabyProtect.

Creme para crianças retirado do mercado pelo Infarmed

Creme para crianças retirado do mercado pelo Infarmed

O Infarmed ordena a suspensão imediata da comercialização e a retirada de todas as unidades existentes no mercado do creme para crianças Barral BabyProtect Creme de Rosto.

A autoridade Nacional do Medicamento, refere que o creme de rosto infantil da Barral

Não cumpre com o Regulamento (CE) n.º 1223/2009, de 30 de novembro, devido à identificação laboratorial de Phenoxyethanol não declarado na lista de ingredientes, bem como à utilização de conservantes não autorizados...”

Alerta ainda que, os consumidores que possuam este cosmético não o devem utilizar. Quanto àsentidades que disponham de embalagens deste produto refere que não as disponibilizem para venda, devendo proceder à sua devolução.

O Infarmed ordena a suspensão imediata da comercialização e a retirada de todas as unidades existentes no mercado do creme para crianças Barral BabyProtect.

 

Nos produtos “INCA Creme hidratante Limão” e “INCA Creme hidratante de Frutaso Infarmed detetou “laboratorialmente a presença da mistura de conservantes “Methylchloroisothiazolinone (and) Methylisothiazolinone” e verificou que todos os cosméticos da mesma marca foram colocados no mercado sem que a pessoa responsável garanta o cumprimento das obrigações previstas, pelo que o Infarmed ordena a suspensão imediata da comercialização e a retirada do mercado nacional de todos os produtos da marca INCA.”

Refere ainda que “A utilização desta mistura de conservantes é proibida em produtos cosméticos não enxaguados e pode colocar em sério risco a saúde humana, por induzir alergia de contacto.”

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.