Já deu um abraço aos seus filhos hoje?

aqui falei sobre a importância do afeto nas nossas vidas, em especial na das nossas crianças. Hoje quero falar-vos da forma mais eficaz, mais potente e mais simples de transmitirmos afeto aos que mais amamos, em especial aos nossos filhos. Hoje quero falar-vos sobre o ABRAÇO.

E a maneira mais fácil de o fazer é partilhar convosco a melhor teoria sobre este gesto com que já tive oportunidade de contactar. Ela é da autoria de uma reconhecida terapeuta familiar norte americana, Dra. Virginia Satir, que nos diz o seguinte:

Precisamos de quatro abraços por dia para sobreviver, oito para manutenção do bem-estar e 12 para crescer.”

Calculando que esta quantificação vos possa parecer exagerada à primeira vista, relembro-vos que vários estudos nos mostram que todas as crianças necessitam de manifestações físicas de afeto, para um desenvolvimento equilibrado e positivo, na mesma ordem de que necessitam de ver satisfeitas outras necessidades básicas (como comer, beber, dormir, etc.).

Então porque é o abraço assim tão importante?

Porque um bom abraço implica muito mais do que os braços. Um abraço pressupõe o toque entre mais partes do corpo, comparando com outras manifestações físicas de afeto como o beijo ou uma carícia, proporcionando uma maior sensação de conforto e bem estar.

Um abraço contem o outro, promovendo sentimentos de segurança e proximidade.

Um abraço envolve, liga, conecta, facilitando a vinculação.

Um abraço vale mais do que mil palavras, pois transmite à criança que ela é gostada, que é amada, melhor do que qualquer expressão verbal.

Vamos então garantir o número mínimo de abraços diários aos nossos filhos, para que eles possam “sobreviver”. Vamos dar-lhes, pelo menos, 4 abraços diariamente: quando lhes damos os bons dias, quando nos despedimos ao deixá-los na escola, quando os vamos buscar à escola e, por último, um bem, bem apertadinho, quando lhes damos as boas noites.

Bons abraços!

Atenção: Abraço que é abraço tem que ter a duração mínima de 6 segundos, senão não conta.

imagem@palmerhome

1 thought on “Já deu um abraço aos seus filhos hoje?

Gostou deste artigo? Deixe a sua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.