À educadora de infância e auxiliares que ficaram com o meu filhos

À educadora de infância e auxiliares que ficaram com o meu filhos

À educadora e auxiliares que ficaram com o meu filho neste ano

“Por lhe ensinares a dizer “se faz favor” e “obrigada”. A arrumar os talheres quando acaba de comer, e a lavar as mãos depois de ir à casa de banho. Por lhe ensinares os números, as cores, o som dos animais… Por ensinares a brincar, a partilhar, a ser amigo...”

À educadora e auxiliares que ficaram o meu filho neste ano:

Muito obrigada!

Obrigada por o teres ajudado a crescer!

A frase está gasta mas não encontro melhor. É mesmo isso que te quero dizer: Muito obrigada por o teres ajudado a crescer.

Obrigada por todas as fraldas que mudaste. Pelo desfralde que tão corajosamente iniciaste e acabaste por ensiná-lo tanto a ele como a mim.

Obrigada pelos almoços que ajudaste a dar, pelos lanches, pela paciência para quando ele não queria comer.

Pelo colo que deste, pelas músicas que lhe cantaste, pelos beijinhos, festas e abraços que sei que lhe deste todos os dias. Pelas brincadeiras e jogos que fizeram juntos.
Por tomares conta dele.

Obrigada por tudo o que lhe ensinaste.

Por lhe ensinares a dizer “se faz favor” e “obrigada”. A arrumar os talheres quando acaba de comer, e a lavar as mãos depois de ir à casa de banho. Por lhe ensinares os números, as cores, o som dos animais… Por ensinares a brincar, a partilhar, a ser amigo…

Obrigada por diariamente gostares dele e fazeres com que ele goste de ti.

Obrigada por todos os momentos em que estiveste lá.

Obrigada por o teres ajudado a crescer!

Mãe

 

LER TAMBÉM

11 coisas que aprendi com as Educadoras de infância sobre a pré-escolar

As lições mais importantes que as educadoras podem dar

Os equipamentos tecnológicos como pacificadores na educação

Carta às Mães, Pais e Encarregados de Educação

8 coisas que aprendi com a educação na Finlândia

 

Quando entrei no mundo da maternidade, descobri uma nova pessoa em mim, e toda uma nova forma de ver a vida.

Assim, e porque encontrei muitas dúvidas, criei o blog Sei Lá eu ser mãe. A maternidade aos meus olhos. Sem rodeios nem floreados. Software tester de profissão, é a escrever que me sinto livre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.