Mulheres de armas

Mulheres de armas não baixam os braços

As Mulheres de Armas não baixam os braços

Eu adoro mulheres de armas. Ambiciosas, empolgadas, orientadas, espertas, mulheres de armas!

Quando falamos de mulheres de armas, há a ideia errada de que falamos de mulheres com garra a nível laboral, as que “partem a loiça toda” no escritório, enquanto as restantes desperdiçam os dias com pequenas trivialidades do dia-a-dia.

Isto não é verdade.

As mulheres de armas estão por todo o lado.

Eu tenho estado atenta e tenho observado mulheres no parque de estacionamento, nas salas de espera, na fila dos correios, com uma atitude positiva e confiante.

A conseguirem contornar as birras dos filhos, ou não. Por vezes as mães definem limites e preferem pegar nos miúdos e ir embora. Uma mulher de armas sabe escolher as suas batalhas.

As mulheres de armas sabem confrontar um homem quando este a menospreza simplesmente por ser mulher. Quando um homem chega do nada e diz: “Então boneca?”, uma mulher de armas olha-o nos olhos e diz “DESANDA!”

Eu vejo-as na bomba de gasolina, na farmácia, e no ginásio. Mulheres armadas mentalmente, emocionalmente, espiritualmente e fisicamente.

Uma mulher de armas entra em acção quando sente o medo a apoderar-se e a criar um nó na garganta. As mulheres de armas enfrentam o medo e odeiam cada minuto desse confronto, mas sabem que se pararem de enfrentar aquilo que as assusta, podem perder o controlo da sua vida.

As mulheres de armas criam projetos próprios e correm atrás dos seus sonhos, enquanto correm atrás dos filhos. Deixam os bebés na creche e trabalham a partir de casa. Fotocopiam em silêncio. Falam alto numa sala de reuniões.

As mulheres de armas costuram. Ou não.

São mães solteiras que estão tão exaustas que pensam que já não aguentam mais, mas nunca desistem. Porque sabem que têm de ser sempre elas a resolver. As mulheres de armas carregam às costas o inimaginável, mas não se deixam definir por essa carga. Normalmente as pessoas que as rodeiam nem sonham as lutas diárias destas mulheres, porque estas mulheres não se queixam incessantemente dos seus problemas. Resolvem e seguem a sua vida, independentemente daquilo que se possa estar a passar.

As mulheres de armas são voluntariosas. Oferecem a sua energia e o seu amor. São a espinha dorsal das famílias. Afastam a franja dos olhos dos filhos, cortam cabelos, raspam os ovos queimados da frigideira e dobram as toalhas a preceito, mesmo quando ninguém nota.

As mulheres de armas são a base da sociedade.

O que distingue estas mulheres das outras pessoas, é a perseverança inabalável, mesmo quando o mundo inteiro à sua volta parece desabar. É a profundidade de carácter e a força de vontade que as catapulta para a frente.

Independentemente de estarem perante uma grande ou pequena responsabilidade, o importante é que as mulheres de armas dão sempre o seu melhor. Estas mulheres dão grandes melhores amigas, porque conhecem-se profundamente e não perdem tempo com mesquinhices.

Nesta fase da minha vida, eu quero rodear-me de mulheres que me inspirem, que me impulsionem para ser melhor, que me incentivem a chegar mais longe. A vida é dura para muitas mulheres. Precisamos de enfrentar os nossos fantasmas de cabeça erguida, ombros para trás, e de preferência de braços dados com amigas que nos dêem um empurrão quando estivermos cansadas de lutar.

Porque as Mulheres de Armas não baixam os braços.

Por Harmony Hobbs, traduzido e adptado por Up To Kids©,

Todos os direitos reservados

imagem@ok.ru

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.