Pessoas da tua vida

As pessoas da tua vida

Querida filha:

Ao longo do teu caminho irás encontrar todo o tipo de pessoas. Se virmos bem as coisas, já o fazes mas sem que te apercebas disso. As pessoas da tua vida.

Pessoas que exteriorizam o que sentem.

Pessoas que amam pelo olhar.

Que falam pelos cotovelos.

Pessoas que são inundadas pelo silêncio.

Que gostam de organização.

Que não se importam com um pouco de caos.

Pessoas que quando lhes dizem “queria uma coisa” respondem “já não quer?”.

Pessoas que se ofendem com a verdade.

Pessoas que vivem com mentiras.

Que têm bondade no peito.

Que não olham em volta.

Pessoas que não comem carne.

Pessoas que comem de tudo.

Que gostam mais dos animais do que de pessoas.

Que não se importam assim tanto com os bichos.

Pessoas que têm vícios.

Pessoas que tentam ser o mais saudáveis possível.

Que são ávidas por conhecimento.

A quem chega a informação do dia a dia.

Pessoas que amam ler e devoram livros.

Pessoas que não ligam a livros e só os lêem por obrigação.

Pessoas que se esquecem de tudo em todo o lado.

Outras que são autênticas agendas ambulantes.

Pessoas que têm a matéria em dia com semanas de antecedência.

Outras que a cinco minutos do teste ainda estão a decorar o quadro com o resumo, que está na página 82.

Pessoas que acreditam no amor.

Pessoas a quem a vida tirou a esperança de amarem para sempre.

Pessoas que perderam tudo menos a sua essência.

Pessoas que têm tudo menos uma boa essência.

Que se dedicam aos outros.

Que se dedicam apenas a si.

Que querem muito ter filhos.

Que são felizes sem prole.

Que face ao desconhecido saltam.

Outras que ponderam, e ponderam e ponderam.

Pessoas que reclamam por não ganharem o Euromilhões, mesmo sem nunca jogarem.

Pessoas que acreditam que excesso de dinheiro não lhes traria felicidade.

Pessoas que tiveram a capacidade de mudar.

Pessoas que são iguais há vinte anos.

Pessoas que têm sempre sete pedras na mão.

Outras que na mão carregam paz.

Pessoas que, sabiamente, são um pouco de tudo acima descrito ou absolutamente nada do que aqui escrevi. Os sábios sabem viver no meio termo.

Poderia continuar eternamente.

Todas as pessoas têm as suas características e num mundo cada vez mais repleto de rótulos, cabe-te a ti perceber que ninguém é só uma coisa.

Podes aprender com toda a gente, nem que seja que não queres ser como alguém. Mas acredita quando te digo que ninguém tem a função de te ensinar seja o que for (com excepção dos professores com que te cruzarás). Esse caminho é teu e não podes esperar dos outros que te tragam respostas (e felicidade). Se procurares o suficiente irás encontrá-las. Se te rodeares das pessoas certas terás respostas antes de formulares as tuas perguntas.

As pessoas que tens à tua volta são a tua maior fonte de riqueza. Bebe dela e viverás (feliz para sempre).

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.