Carta aberta à direção da escola

Senhor/a Diretor/a,

A culpa é sua!

A culpa é sua e não há volta a dar.

Quando os estudantes estão felizes na Escola, quando, na sua maioria, sorriem, quando o ambiente no recreio é leve e solto, a culpa é sua!

É sua porque soube regar a auto-estima dos seus professores. Soube dar atenção aos mais motivados. Soube integrar o professor que fez 90 longos quilómetros para chegar à Escola. Soube dizer as palavras certas ao professor que ficou triste com o horário.

Há estudantes que sofrem em silêncio. Há um manto negro de tecnologia em excesso, jogado num colchão de pais atarefados. Pais que lutam em dois empregos. Pais desempregados. Pais exaustos. Pais que precisam de uma Escola cada vez mais como a sua Escola, caro/a Diretor/a.

É a Escola do século XXI. Dinâmica, aberta a iniciativas de fora. Aberta à inovação. Aberta e com capacidade para se sentir provocada.

Sabemos do que estamos a falar. Andamos a receber elogios pelas nossas provocações, em Escolas de todo o país, quando levamos as nossas (trans) Formações.

Há estudantes em perigo. Perigo real de depressão, suicídio, e outras temáticas tão difíceis até de verbalizar. Temas preocupantes para todos os Pais. E para os Professores.

A culpa é sua quando estes estudantes se sentem apoiados. A culpa é sua porque exigiu a presença de um Psicólogo, porque exige desse Psicólogo o melhor. A culpa é sua porque, ás vezes, também é Psicólogo do Psicólogo.

A culpa é sua quando escuta. E os professores têm tanto para dizer…

Com o Mundo Brilhante viajo pelo país a dinamizar (trans) Formações para Professores. E, imagine, de quem é a culpa?

A culpa é sua quando não confunde Formação Acreditada com (trans) Formação útil.

A culpa é sua quando procura dar as ferramentas de controlo do stress ao seu exército de professores. Quando os capacita com técnicas poderosas para educarem de acordo com a Psicologia Positiva.

E como os professores precisam! É lindo ver o mais cético, sair das sessões com mais capacidade para realizar uma aula poderosa.

A culpa é sua quando vai à sala dos professores só para ver o ambiente. Quando abre a porta do gabinete. A culpa do espírito de equipa, é sua, quando está próximo.

A culpa é sua quando os nossos filhos chegam a casa e nos falam do seu discurso. Motivar os alunos, também é isto.

A culpa é sua quando o país avança. O brilho nos seus olhos, ao falar da sua Escola…

A luz que sai de si, ao falar dos seus professores…

Ainda hoje recebemos mais um pedido para irmos a uma Escola, dinamizar uma (trans) Formação para professores. Ficámos emocionados. E foi aí que decidimos escrever esta carta.

De quem foi a culpa do nosso entusiasmo? Da Diretora que nos convidou.

A forma como nos falou dos “seus professores”, a subtileza com que abordou os problemas. A forma positiva (e inteligente!) como falou das dificuldades em lidar “com os alunos de hoje”.

A forma tão linda de pedir ajuda. A forma linda de pedir o melhor para os seus professores.

“Se os professores tiverem o melhor, os alunos só têm a ganhar!”.

Ensinar pode ser uma maratona. Mais do que “banha da cobra”, precisamos de uma Direção atenta a soluções com base científica.

Portanto, a culpa também é sua quando pondera (trans) Formações para professores que abordem técnicas capazes de estimular o córtex prefrontal esquerdo, a área associada às sensações de bem-estar.

Portanto, a culpa também é sua quando pondera (trans) Formações para professores que abordem técnicas capazes de inibir a amígdala cerebral. Ai a marota da amígdala, tão útil e tão prejudicial quando descontrolada…

No Mundo Brilhante sabemos que a culpa é sua, quando tem atenção à tríade:

  • Pedagogia
  • Conteúdos
  • Estado Emocional

Quando tem atenção, tem professores ainda mais espetaculares! Um professor só deixa marca na vida do aluno, quando articula com sucesso os três elementos desta tríade.

O futuro chegou. A Direção da Escola é culpada de um mundo melhor, quando ajuda o professor a dar pistas aos alunos para melhor entenderem as suas emoções. E as pistas vêm, também, do exemplo dos melhores professores.

A culpa é sua quando inova.

Rasgue um papel.

Rasgue outro.

Suba na mesa.

Marque uma reunião num local diferente.

Escute os professores também com o seu corpo.

Escute também com o seu coração.

Passe no recreio para os alunos o verem. Almoce no refeitório algumas vezes.

Os professores são altruístas. Generosos. Mas as águas estão revoltas. Muito revoltas.

Há colocações, quadros de zona, abraços, conversa, deslocações, carreiras, indisciplinas,…

Precisamos de uma Direção de Escola que assuma a culpa!

Com calma. Com inteligência emocional. Que assuma a culpa.

E, felizmente, são cada vez mais as Direções que o fazem!

Estou a imaginar o/a Diretor/a em cima da mesa a ter uma visão de futuro! Uma visão capaz de ajudar os professores a melhorar o seu Estado Emocional!

Uma visão de uma Escola melhor para os professores.

Uma visão brilhante. Perante, um conflito, uma negociação assertiva. Perante um desmotivado, uma palavra. Perante um estagnado, um contagiar com o vírus da mudança.

Não aprendo com as conferências TED. Ou aprendo pouco. Aprendo muito com as Direções que nos convidam e nos apresentam aos professores.

Conte com a nossa ajuda para espalharmos o vírus da mudança.

A culpa é sua, também, por crescermos como Projeto. Não poderíamos estar mais gratos. Obrigado.

imagem@nazaccent

LER TAMBÉM…

Carta de um pai ao Diretor da Escola

14 Verdades que os professores deviam dizer aos pais

18 coisas que os pais deviam dizer aos professores

Gosto de iniciativas “sem tretas” e com alma. Como a Up to Kids, por exemplo.

A criação do Mundo Brilhante permite-me visitar escolas de todo o país e provocar os diferentes públicos para poderem melhorar. Agitamos. Queremos deixar marcas.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.