Lanches saudáveis e práticos para as lancheiras da escola

A educação alimentar é essencial para a formação dos nossos filhos.

Uma criança bem nutrida apresentará um bom desenvolvimento físico, cognitivo e social, aumentando a probabilidade de vir a ser um adulto saudável e consequentemente feliz.

É óbvio que, criar hábitos alimentares saudáveis é um processo lento e muitas vezes ingrato, tendo em conta que, se há crianças que comem tudo com muita facilidade, há outras que desde bebés não dão tréguas neste capítulo.

Sei que muitos se estão a rever neste cenário. Por isso, quando os miúdos entram para o 1º ciclo, aos 6 anos, e já têm a capacidade (e alguns a experiência) de perceber que nem tudo o que se come é saudável, temos uma excelente oportunidade de através da Roda dos alimentos que estudam nas aulas, insistir na sensibilização da alimentação saudável.

É importante que se comece a pensar e a divulgar este tema a nível geral. Todos sabemos o difícil que é preparar lanches saudáveis e apetecíveis para os miúdos, para depois chegarem à escola e serem assediados com os lanches empacotados e carregados de açúcares e corantes que outros levam diariamente.

Foi nesta fase que os lanches dos meus filhos começaram a voltar intactos para casa. Porque não eram assim tão apetecíveis, nem tão “todos têm” como os dos restantes miúdos.

Confesso que esta situação me começou a “irritar”, porque saltar refeições é um dos piores erros a nível alimentar que se pode fazer, especialmente em fase de crescimento. Se eu não deixo os meus filhos saírem de casa sem tomar um bom pequeno almoço, e se tenho trabalho a planear menus para terem uma alimentação saudável e equilibrada em casa, não vou fingir que não percebi que, ou não lancharam de todo, ou partilharam lanche de outros miúdos, e aposto que não foi uma maçã!

Resolvi mudar de estratégia, e perceber o que deve conter um snack saudável em idade de crescimento.

Lanches saudáveis e práticos para os miúdos

Estas pequenas mas tão importantes refeições intermédias do dia-a-dia dos nossos filhos devem conter 2 a 3 alimentos dos seguintes grupos apresentados:

FRUTA
E LEGUMES

LACTICÍNIOS

FARINÁCEOS

FRUTOS
SECOS/SEMENTES*

– Fruta da época

– Um Hortícola como cenoura, tomate cereja, talos de aipo, etc.

– Leite

– Iogurte

– Queijo fatia

– Queijo barrar

– Queijo (dose individual Babybel)

– Fiambre (Pode substituir porque tem proteína, mas não tem o cálcio e
é muito processado

– Pão

– Tostas

– Gressinos

– Palitos Tostados

– Bolachas simples ou caseiras

– Cereais não açucarados

– Nozes

– Avelãs

– Amendoins

Amêndoas

– S.de  Linhaça

– S. de Sésamo

– S. de Girassol

– S. de Abóbora

*(no pão ou no iogurte)

 Bom, bom era que me aparecessem assim uns lanches saudáveis, práticos e prontos, que enfiasse na lancheira e Bingo!

Não foi preciso pensar muito, para que com base nos esquemas apresentados encontrasse soluções para fazer todos os dias lanche da manhã e lanche da tarde para três dos meus filhos, de forma simples e saudável. Fica o nosso menu semanal, que é alterado de semana para semana (geralmente troco uma ou duas coisas, e a ordem de acordo com o que tenho em casa)

Uptokids.pt

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

MANHÃ

Leite
simples, 1 fatia de pão de sementes com fiambre

1 fatia de
pão integral com queijo da vaca que ri fatias light

1 iogurte
sólido ou líquido e flocos de cereais integrais 

Avelãs, 1
pacote individual de leite simples, bolachas de água e sal

2 triângulos da vaca que ri, 2 tomates cereja, 2 bolachas simples

TARDE

1 peça de
fruta e palitos da vaca que ri

1 iogurte
liquido, talos de cenoura ou aipo, e um punhado de nozes

1 peça de
fruta e 2 queijinhos babybel Light

1 iogurte liquido e uma peça de
fruta 

Iogurte,
sementes (numa caixinha), talos de cenoura ou aipo

 

 

 

 

 

Em suma, o ideal será que as crianças comam fruta, leite, iogurtes e queijo meio-gordos e sem adição de açúcar, para além do pão e cereais. Assim, envio para os lanches pão com fiambre ou queijo fatiado, tostas ou palitos da Vaca que Ri, iogurte com fruta ou sementes, queijo babybel com avelãs, fruta com bolachas simples. Obviamente, para além destes alimentos junto sempre na lancheira água ou chá caseiro frio.

Numa casa com 4 crianças, sendo um deles bebé, precisava de arranjar um sistema prático que me tornasse mais fácil a questão dos lanches. Os queijos da vaca que ri são a solução ideal, porque são saudáveis e equilibrados, e segundo os meus filhos, “todos os amigos querem provar”

A verdade é que levar fruta e hortícolas para o lanche não parece muito atraente, mas desde que comecei a fazer os packs com os queijinhos da vaca que ri, e fiz o trabalho da educação alimentar em casa, deixamos de ter lanches boomerang! Os miúdos adoram quando mando os talos de aipo e de cenoura com os palitos da vaca que ri, porque rapam literalmente o queijo com eles. Acabam por comer verduras sem sequer reclamar. Até pedem para pôr na lancheira!

Agora, as lancheiras voltam vazias.

É certo que envio menos quantidade de comida, mas a variedade e os nutrientes estão lá.

Crianças saudáveis são crianças mais felizes.

 

LER TAMBÉM…

A importância da alimentação no regresso às aulas

Uma alimentação vegetariana pode ser adequada para crianças?

5 alimentos responsáveis pela obesidade infantil e que os pais não fazem ideia

1 thought on “Lanches saudáveis e práticos para as lancheiras da escola

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.