Mãe, deitei a Chucha Fora

“Mãe, vou deitar a minha chucha no lixo”.

No mundo da organização interior, existem várias chuchas a eliminar da nossa vida, Mariana. Sim, na Vida há chuchas que têm que ser removidas para crescermos, para darmos passos maiores e mais firmes. Vejo-te, pura, inocente na tua determinação ao decidires deitar a tua querida chucha no caixote do lixo. Relembro-te que é uma decisão muito importante que tomas na tua vida e que és muito corajosa em fazê-lo pois é a primeira de muitas chuchas das quais te libertarás no decorrer da tua existência.

Não há lugar para retornos. Quando decidimos libertar chuchas, decidimos crescer, viver mais autónomos, mais livres e cientes do nosso lugar e percurso num balanço permanente entre o agora e o amanhã, entre o passado e o presente, uma dança no tempo entre o que fomos, o que somos e o que queremos ser.

Gosto. Aprecio a candura do teu gesto, o rigor e determinação com que o fazes e abraço-te. Sei que muitas lágrimas vão cair neste novo lugar de autonomia, pelo desejo de que a chucha retorne do caixote do lixo, pelo desejo do consolo outrora tão vincado nos teus 3 anos de existência.

 

Ler também Chuchas, sim ou nunca?

Consolo-te e amparo as tuas lágrimas, pois estou segura de que gradualmente vão secar e de que também tu, gradualmente, vais integrar este novo papel de menina. Entendo que balanceias entre o consolo oral de bebé e a procura de novos recursos mais ajustados ao teu percurso, ao teu crescimento. Como respeito o teu sofrimento, quando te apercebes que nesta história de desapego não existe lugar para retrocessos, pois as chuchas não podem regressar dos escombros. Não podemos vasculhar o lixo, repleto de fraldas nauseabundas, cascas de cebola e restos de comida em busca de uma chucha já inexistente neste novo lugar que é o das “meninas crescidas”.

Parabéns a Ti, Mariana, e parabéns a todos os que, como tu, têm a coragem de decidir largar definitivamente as chuchas da Vida.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.