maestrabalhadoras

maestrabalhadoras

Toda a verdade acerca das Mães Trabalhadoras

A realidade é dura e crua, ninguém quer contratar Mães Trabalhadoras.

As razões são mais que muitas:
1 – Os miúdos passam a vida com as chamadas “ites”. Ora uma otite, ora uma amigdalite, ora uma conjuntivite, ora uma faringite…guess what? As escolas não deixam entrar “ites”. Solução: Não há, as Mães transformam-se em enfermeiras e ficam por casa a tratar dos seus mais-que-tudo.
2 – Noites mal dormidas. Ai as noites mal dormidas. Suas malditas! Não há ninguém que goste de ver trabalhar Mães desgrenhadas, cheias de olheiras, com nódoas de café entornado e outras coisas mais…
3 – Idas ao pediatra, às vacinas, e a todas as rotinas de saúde dos miúdos. Pois é, ainda não abriram consultas nocturnas, e por muito que as Mães tentem ir à hora de almoço ou mesmo logo de manhã, as consultas express ainda estão por inventar…
4 – Reuniões de escola. Quantos mais filhos, mais sarilhos! Uma Mãe de 3 tem em média cerca de 9 a 12 reuniões por ano. Agora a melhor parte: quase sempre em horário de expediente. Mais uma rodada, mais uma falta no trabalho.
5 – Rachadelas de joelhos, de cabeça e afins. Quantas vezes é que as Mães recebem telefonemas com estes pequenos (grandes) acidentes? Mães de rapazes, estou solidária! O que fazemos? Saímos a correr, ainda que estejamos a meio de uma reunião, por muito importante que esta seja. Estou certa ou estou errada?
6 – Perrices matinais. Não vamos negar, Mães. Se fosse feito um estudo acerca das birras logo de manhã, com certeza que se concluiria que são responsáveis por cerca de 30 minutos de atraso de toda a família envolvida. Era bom que fosse tudo perfeito, não era? Welcome to the real world!
7 – Os famosos buscar e levar, tratar e esticar. Quem é que não se desdobra para estar em todo o lado ao mesmo tempo? As horas de almoço têm de render por 3 horas, entre supermercados, recados, e outros tantos biscates atrapalhados:
– Mãe, hoje tenho uma festa e não temos presente!
– Mãe, a professora pediu para amanhã levar lápis de cor que os meus já acabaram!
– Mãe, hoje tenho natação e o Pai esqueceu-se do saco no carro!
– Mãe, Mãe, Mãe!!!
Pois, pois, as Mães não têm tanto tempo disponível quanto isso….pensam os empregadores…mas pensam mal, digo eu…
E digo bem, salvo melhor opinião em contrário. Eis que agora vos apresento mais do que uma mão cheia de razões que rebentam a escala de todos os outros motivos aqui já ditos. Não acreditam? Então vejam só:
1 – As Mães têm uma capacidade extraordinária de lidar com situações de stress absoluto, desempenhando na perfeição o papel de árbitro em conflitos mais-que-tal.
2 – As Mães são peritas em manter a concentração e toda a linha de raciocínio em reuniões barulhentas e cheias de azáfama. Melhor do que ninguém. Tenho dito.
3 – As Mães têm uma memória fotográfica e descritiva fora do comum, conseguindo absorver cada palavra, cada frase, cada expressão que lhes é transmitida. Nem sequer precisam de bloco de notas ou dos famosos post-its (eu tenho, mas só porque gosto das cores).
4 – As Mães são as únicas que mantêm a frieza e disfarçam as emoções quando algo não corre bem. Porque será?
5 – As Mães são capazes de desempenhar ao mesmo tempo várias tarefas que, à partida, parecem impossíveis: Estar ao telefone enquanto se envia um email e se anota um recado de um Colega que lhes sussurra ao ouvido? Peanuts!
6 – As Mães são as primeiras a chegar ao escritório nas noites seguintes aos jantares de empresa. Porquê? Fácil, porque estão mais do que habituadas a dormir pouco, e mal.
7 – As Mães não perdem tempo em tomar cafés prolongados, fumar cigarros malfadados, ou em conversas paralelas que não interessam nem ao menino Jesus. Isto porque sabem que quanto mais cedo forem para casa abraçar os seus mini-eus, melhor!
Ah pois é, quem tem razão, quem é?
LER TAMBÉM…
imagem@betanews

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.