Um bebé incomoda muita gente

Oh sim, e se incomoda!

Só não vê quem não quer. E nós pais, só porque somos egoístas e decidimos ter filhos, somos uns “empata sociedades” com os nossos pirralhos aos gritos por todo o lado e a não sabermos como os controlar, e os deixamos as crianças incomodar os demais.

Sim. A culpa é toda nossa! Egoístas! Somos egoístas, porque não sabemos calar os putos… Não sabemos obrigá-los a estarem sossegados e assim, eles incomodam as pessoas… Egoístas porque ninguém, tem que levar com os filhos dos outros…

E ainda que isso se note claramente um pouco por todo o lado, o egoísmo é todo nosso: pais e mães deste país!

Ainda que os elevadores e escadas rolantes continuem a estar cheios de jovens exageradamente bronzeados, que passam horas no ginásio, mas não gostam de subir escadas, a verdade é que eles não têm filhos, e egoístas somos nós, ao aproximarmo-nos com os carrinhos de bebés, que pura e simplesmente não sobem escadas… Lá estamos nós, egoístas, só porque não temos alternativa, ninguém tem que levar com os filhos dos outros…

Ainda que cada vez menos tenhamos o direito à prioridade causada pelos carrinhos, bebés ao colo ou até mesmo bebés de 3Kg carregados ainda na nossa barriga apoiada pelas nossas costas, lá vamos nós, de barriga espetada (sim, sim, somos nós que espetamos a barriga, não é o ser que está lá dentro… ) para as caixas de supermercado fazer pressão para que nos deixem passar à frente! Pois saibam, mães egoístas, que as pessoas têm todo o direito de não vos verem e estarem distraídas a olhar para o teto (coisa que por acaso toda agente faz principalmente nas caixas prioritárias do supermercado) e nem repararem na vossa existência, porque na verdade, ninguém tem que levar com os filhos dos outros…

Pais egoístas deste país, deixem de ir à Segurança Social com os vossos filhos. É que assim passam à frente dos outros, e ninguém gosta de esperar… Têm crianças?! Eles que esperem também, afinal, qual é a dificuldade em fazer uma criança estar quieta numa fila durante 3 ou 4 horas?! Não custa nada, e mesmo que custe, ninguém tem que levar com os filhos dos outros.

Não gostam que fume em cima do seu bebé?! Pois aqui é a rua, e se vocês estão mal, mudem-se! Sim, porque as pessoas já têm os pulmões desgastados o suficiente por fumarem, não se podem dar ao luxo de desperdiçar meia dúzia de passos para o lado, só porque o fumo incomoda bebés… Ninguém tem que levar com os filhos dos outros.

Aprendam duma vez por todas a calar essas crianças! Não é nada fixe… As pessoas têm o direito de pôr música no telemóvel para toda a gente ouvir, mas porque a música é agradável… o choro de um bebé não! Por isso, calem-me essas crianças! Ninguém tem que levar com o choro dos bebés dos outros… só com a música do meu telemóvel (que mesmo que acorde o vosso bebé, têm que admitir que é muito cool)

E qual é o problema de estacionar os carros em cima do passeio, mesmo juntinho à parede?! Uma pessoa passa perfeitamente… se um carrinho de bebé não passa, vá pela estrada! É perigoso?! Azar, arrisque… Porque as pessoas arriscam muitas coisas todos os dias. Tal como arriscamos apanhar uma multa de estacionamento ao não deixar margem para passar, também vocês podem arriscar e passar com os carrinhos pela estrada! Vendo bem, a estrada até é melhor para os carrinhos que a calçada! E vendo bem, ninguém tem que levar com os filhos dos outros.

Entre estas e tantas outras situações, é claro e óbvio que um bebé incomoda muita gente! E mesmo vivendo num país em que a calçada e o estacionamento não permitam aos carrinhos de bebés andem, onde sou olhada de lado por o meu bebé chorar por malta com musica alta no meio da rua, onde tenho constantemente que fugir do fumo do tabaco porque os fumadores são imunes a bebés e como tal nem os vêm, onde sou acusada na Segurança Social de trazer o meu filho de propósito só para passar nas filas, onde sou invisível nas caixas de supermercado e onde devo ceder a passagem em elevadores e escadas rolantes porque escadas cansam toda a gente, ainda assim, não trocava o meu lugar de mãe por nada!

Numa sociedade em que se passeia mais os cães do que as crianças, apenas vos posso prometer, que farei tudo para que cá em casa seja diferente! Cá em casa, as crianças são e serão sempre a prioridade!

E se o meu bebé incomoda muita gente….

Acreditem, que eu posso incomodar muito mais!

LER TAMBÉM…

Prioritário é olhar em volta

10 pessoas que há em todos os supermercados

Tempo especial

Quando entrei no mundo da maternidade, descobri uma nova pessoa em mim, e toda uma nova forma de ver a vida.

Assim, e porque encontrei muitas dúvidas, criei o blog Sei Lá eu ser mãe. A maternidade aos meus olhos. Sem rodeios nem floreados. Software tester de profissão, é a escrever que me sinto livre.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.