A minha mãe fez anos.

A minha mãe fez anos

A minha mãe fez anos.

E nesse dia eu vi-lhe as marcas na pele, a curvatura nas costas, os cabelos cada vez mais brancos. No dia em que fez anos ouvia-a dizer que tem dores, vi as articulações dos dedos que começam a deformar e percebi que aquela mulher, que antes passava a vida a correr, agora caminha devagar.

A minha mãe fez anos.

E nesse dia eu tive saudades do rosto sem óculos, das mãos sem rugas e dos cabelos muito pretos. No dia em que fez anos lembrei-me de como me fazia sempre um ditado no final dos trabalhos de casa, porque essa era, segundo ela, a melhor forma de aprender a escrever sem erros. No dia em que fez anos recordei a mulher que sempre me pareceu forte e disponível, que cuidou dos meus avós até ao último dia e parecia nunca estar doente.

A minha mãe fez anos.

E nesse dia eu vi o rosto dela quando soubemos que a minha avó tinha partido. Lembrei-me do choro baixinho e contido e do abraço que me deu enquanto o corpo dela tremia. Antes de sermos mães somos filhas. E no dia dos anos da minha mãe eu senti um medo terrível. Senti medo do dia em que for eu a filha que perde a mãe.

O tempo é demasiado veloz.

A minha mãe que ontem carregava o mundo nos ombros tem quase setenta anos. E eu tenho medo de não lhe dizer vezes suficientes que a amo, tenho
medo que ela não saiba que me reconheço em cada bocadinho dela e que, mesmo quando a despacho ao telefone para poder cuidar dos meus filhos, o meu amor por ela é infinito. E recuso-me a imaginar que um dia possa ter que me despedir.

Sou mãe. Primeiro fui filha.

2 thoughts on “A minha mãe fez anos
  1. ♥️ Reconhecimento devia fazer parte da constituição.
    este texto devia ser lido nas escolas, para que os miúdos desde cedo percebam este valor (que está tão diluído ), percebam que este valor é a base,(excluindo obviamente os pais a quem nunca devia ter sido dado este título) sem serem primeiro bons filhos jamais serão bons pais.. Devia ser lido aos filhos que abandonam os pais, que arranjam desculpas em vez de tempo para eles quando tudo que eles precisam nesta fase é afeto, atenção e carinho, eles deviam colher tudo que semearam, todos os esforços que fizeram para dar aos filhos, e se não for pelos bens materiais sejam pelos melhores anos da vida que lhes deram sem jamais demostrar qualquer arrependimento.. Ninguém devia ter título de filho sem o merecer, e os que NÃO merecem esse título deviam ser obrigados a escrever 100 vezes até decorar e perceber tudo que este texto diz, e ele não faltem dinheiro uma única vez, e se não fala é porque a herança não é o mais importante.. PS.A todos os filhos que não são da mãe mas que são da P**A com seus pais, colem este texto no frigorífico e leiam todos os dias e dêem aos vossos filhos para ler para que em breve não sejam vocês os esquecidos.. No Natal surpreenda e de amor aos pais, filhos e irmãos, cozinhem todos juntos e vamos criar memórias que é o que fica.. muito amor..

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.