Querida avó, penso em ti todos os dias

As Saudades apertam nesta altura do ano, mas penso em ti todos os dias!

Querida avó,

O Natal passou! Estamos quase, quase, quase num novo ano que nos trará, dizem, mais 366 oportunidades de sermos felizes!

Este é o terceiro Natal que passo sem ti! E, em tudo, continuo a sentir a tua falta!

Lembro, com tanta graça, o quanto detestavas o Natal! Sei que não era propriamente o Natal que estava em causa, mas sim “esta coisa dos presentes”, do “fazer de conta” que a família é perfeita, do fingir que, de repente, as dores que doeram todo o ano desapareceram! Dava-te alguma razão… com pena!

Compravas chocolates para todos, que variavam entre Ferreros, Mon Cheri e aqueles de frutos do mar! Para todos, menos para mim! A mim sempre me coube alguma coisa que me “fizesse falta”. E, assim, lá vinhas comigo comprar umas botas ou umas calças ou qualquer outra coisa, em que davas a tua opinião, sentadinha num qualquer banco, de uma qualquer loja, porque já não tinhas “idade para estas andanças”!

Lembro-me do quão fechada e pouco divertida era a tua cara durante os jantares e almoços, e também me consigo lembrar do quão apurado era o teu sentido de humor, quando te permitias soltar um pouco de dentro de ti! Essas recordações valeram-me umas risadas na ceia deste Natal!

Lembro-me do casaco de peles que vestias em todas as consoadas e de como ficavas linda com ele! E não tenho a certeza de to ter dito as vezes suficientes! Agora que não estás mais comigo, penso sempre que houve palavras que ficaram por dizer, beijos por dar e abraços por abraçar!

Lembro-me do teu “gostei” em cada regresso a casa depois do jantar com a família! Nunca percebi se seria para nos convenceres a nós… se seria para te convenceres a ti mesma!

Ensinaste-me tanto de Amor, apesar de nunca te teres sentido verdadeiramente amada e querida na tua vida (espero que o meu Amor por ti tenha atenuado algumas mágoas em ti!)!

E, talvez por isso, vais-me fazer falta em todos os Natais! E em todos estes novos 366 dias que aí se avizinham! Porque guardo em mim tanto de ti! Porque esta ausência de ti será para sempre trilhada de altos e baixos… de risos das nossas lembranças ou de lágrimas que deixarei rolar, sempre que o teu colo me fizer falta!

Gosto muito de ti!

Um beijo da tua querida neta!

Por Sara Ribeiro

imagemcapa@duitang

LER TAMBÉM…

Coisas que aprendi com os meus avós

Os avós nunca morrem, apenas ficam invisíveis

A importância dos avós

1 thought on “Querida avó, penso em ti todos os dias

Gostou deste artigo? Deixe a sua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.