Recomeços

A palavra Recomeçar é assustadora…implica voltar a arrancar a uma velocidade que já não sabemos se conseguimos ou queremos acompanhar…implica assumir que alguma coisa nos fez parar onde estávamos e existe a necessidade de voltar a marcar um novo ponto de partida…

Partir para onde? Com que forças? Sem ânimo? Por obrigação…só porque sim, porque o destino assim o quis…

Faltam forças, falta entusiasmo e falta paciência!!
Até ao dia em que acordo e decido, sem saber, querer recomeçar!
Na verdade acontece por defesa, por sentido de sobrevivência, ou porque os deuses devem estar loucos! Mas é assim mesmo…
Com distância, percebemos que nada mais fizemos senão dar tempo ao tempo, dar tempo ao corpo e à mente, dar tempo à cura…
A vida só se faz com avanços e recuos, dizem!
A vida é percorrida com a “ajuda” ou o “inferno” de alguns acontecimentos inesperados, ou não…mas tiremos da cabeça a ideia de que apenas o tempo se encarrega de nos fazer ultrapassar obstáculos!!
Pensando bem, não é apenas esperando que tudo volta a parecer melhor.
É querendo, é estando atento, é aproveitando tudo o que de bom se atravessa no nosso caminho, sem medos, sem reservas. Contando com as aprendizagens do passado, tentando não cair nas mesmas “asneiras”, mas acreditando uma e outra e outra vez que é possível recomeçar…sempre que em nós haja a vontade de pôr um ponto final em tudo o que, apesar de não querermos ver…já não nos faz feliz!

Encontrar as estratégias certas nesta fase pode ser um salto gigante no ultrapassar de obstáculos que parecem teimar em ficar!!

Gostou deste artigo? Deixe a sua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.