Chuchas, sim ou nunca?

Nem sempre nem nunca.

A chucha, considerada por muitos nefasta, é apoiada por muitos mais.

Nas crianças a primeira consulta no Dentista tem 3 causas: queda/ traumatismo, cáries/abcesso e dentes tortos “por causa da chucha”.
Na realidade existem outros factores a “entortar os dentes”…

No primeiro ano de vida a chucha é muito importante como calmante, apazigua as dores e ajuda na digestão.

É, no entanto, fundamental não oferecer sempre a chucha e oferecer apenas nos momentos necessários: dormir, reduzir a dor ou acalmar o stress de final de dia nos primeiros meses de vida (muitas vezes confundidos com cólicas).

A chucha deve ser usada solta, sem correias ou fraldas, pois o peso na chucha deformará mais a boca da criança.

A chucha deve ser escolhida de forma consciente, anatómica e pequena. As chuchas demasiado grandes não caiem durante a noite mas deformam mais a boca das crianças. Se o bebé aprendeu a apenas adormecer com a chucha não acordará se não a tiver na boca. Se os Pais não querem levantar-se durante a noite para colocar a chucha no bebé coloquem várias chuchas na cama para a criança a poder facilmente encontrar e desenvolver autonomia.

Após o 1ºano o livre acesso à chucha cria um vício difícil de controlar e com repercussões graves no controlo de ansiedade, na formação dos ossos da boca e na posição dentária.

Porque ficam então as bocas “tortas”?

A utilização de chucha durante o dia impede o desenvolvimento normal dos ossos da boca, os dentes então ficarão tortos porque são suportados por um osso deformado. 

image_1

 

Existem também outros factores sendo os principais o tipo de alimentação nas diversas fases de crescimento da criança e os problemas respiratórios.

Para um desenvolvimento equilibrado, da boca e da face, o bebé deve ser amamentado, se não for feito deve a tetina do biberão permitir a sucção. Durante a sucção do leite a língua tem movimentos que estimulam o crescimento ideal dos maxilares.

Ao serem introduzidos os alimentos para mastigação, inicia-se uma nova fase em que devem ser oferecidos alimentos cortados e não picados para um desenvolvimento continuado. Assim que possível devem ser introduzidos alimentos duros, secos e fibrosos.

Uma mastigação ideal é feita dos dois lados alternadamente (bilateral) e de boca fechada.

Alternadamente para crescer em simetria e de boca fechada para que todos os músculos da boca exerçam as suas funções e guiem os dentes e ossos adequadamente. Parece complicado mas é bem mais fácil de ensinar e com resultados tão bons que valerá o esforço.

Para a mastigação ideal deve ser avaliada a condição respiratória e esta parte é das mais “cansativas” pois requer persistência. Todos os dias assoar bem o nariz e sempre que necessário lavá-lo com soro fisiológico (desde o nascimento, antes de dormir e antes das refeições).

image_2

 Céu da boca (palato) profundo devido a problemas respiratórios. Possíveis consequências de nariz “entupido”, maus hábitos na alimentação ou chucha. Devem ser evitados ou corrigidos antes da dentição definitiva estar completa.

Top 5 dos dentes direitos:

 – chucha só para dormir

 – amamentação

 – alimentação adequada à idade sem facilitismos

 – alimentos secos, duros e fibrosos

 – nariz desentupido

Por Rita Sousa Tavares, para Up To  Kids®

Todos os direitos reservados

5 thoughts on “Chuchas, sim ou nunca?
  1. Isabel Martins diz:

    a minha filha tem 9 meses e ainda só os dois incisivos inferiores centrais. Costuma comer, para além da sopa, pão, bróculos, palitos de cenoura, massa, banana, … Tudo isto são alimentos que lhe dou para a mão e que ela vai trincando e mastigando com imensa vontade!! Mas… Sempre de boca aberta… E eu costumo limpar-lhe mt o nariz… Só usa chucha p dormir e assim q sai da cama atira a chupeta lá para dentro. O que devo fazer?

  2. Sem dúvida um artigo técnico muitíssimo interessante para mães, pais, avós e público em geral e cujo assunto abarca muito mais do que o “simples” uso da chucha. Muitos parabéns.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.