Aconselhados a abortar após o rompimento da bolsa às 20 semanas de gestação, eles arriscaram e presenciaram um milagre

O amor e a determinação de uma mãe e de um pai podem tudo. Até salvar a vida do filho que ainda não nasceu. Conheça a história de Jett, que fez 1 ano dia 6 de Dezembro de 2014.
8322354-large

Quando Mhairi Morris tinha apenas 20 semanas de gravidez, a bolsa de águas rebentou inesperadamente e os médicos disseram-lhe que a gravidez foi “não viável“. Segubdo Mhairi, deram-lhes 5 minutos antes de fazerem o aborto.

Mhairi disse ao Daily Mail: “Eles não estavam a vê-lo como uma criança, chamaram-lhe simplesmente de” feto não viável “. Estava frio e eu fiquei arrasada. Eu tinha acabado de fazer uma eco de 20 semanas e estava tudo perfeito. Tínhamos acabado de saber que era um menino, e isso, ainda tornou mais difícil aceitar a perda”.

beba-dzet-moris2

Apesar dos médicos lhe dizerem que o bebê provavelmente iria morrer durante o nascimento, ou que se sobrevivesse teria uma grande probabilidade de sofrer danos cerebrais, Mhairi e seu marido Paul decidiram ignorar seus médicos, e pedir tratamentos e medicação para que o bebé aguentasse o máximo de tempo na barriga da mãe, sendo vigiado, para que nascesse mais desenvolvido.Jett-Morris

Cinco semanas depois, dia 6 de Dezembro de 2013, Jett nasceu prematuramente, pesando apenas 640 Gramas. Era tão pequeno que a cabia na mão de um adulto.

Nós percebemos que os médicos tinham de dizer-nos o pior cenário possível e de ser frontais connosco, mas não há duas pessoas iguais neste mundo, e neste caso nem lhes passou pela cabeça da uma chança a Jett”, disse Mhairi

Inicialmente Jett sofria de doença pulmonar cronica e icterícia, mas rapidamente recuperou e é agora um bebê saudável.

8322345-large

Foi-me dado uma visão tão sombria da situação clínica de Jeff, que eu cheguei a acreditar que “não era suposto ele ser saudável” e estava preparada para o que iria acontecer, mas de forma natural.”, diz Mhairi.

O milagre deu-se e a única coisa que aconteceu foi Jeff ter conseguido desenvolver-se e crescer tornando-se num bebé saudável.

Afirma ainda que não lhe foram dadas opções,  e espera que, se outras mulheres passarem pela mesma situação se lembrem da história dela, e que tudo é possível, desde que acreditemos, e tenhamos coragem para arriscar!.

5dd21b8498

Fontes Daily Mail, mail online Crawley News UK

1 thought on “Aconselhados a abortar após o rompimento da bolsa às 20 semanas de gestação, eles arriscaram e presenciaram um milagre

Em que é que está a pensar?

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Instagram did not return a 200.