Hum...Tão bom o cheirinho do bebé!

Hum…Tão bom o cheirinho do bebé!

E por falar em cuidados com a pele do bebé… Sabia que, nos primeiros dias de vida, os bebés têm contacto com cerca de 35 produtos cosméticos? São sabonetes e gel duche, cremes para corpo e rabinho e até perfumes dos adultos com quem convivem.

Hum…Tão bom o cheirinho do bebé!

As crianças ensinam-nos muita coisa.

Vão mostrar-nos, ao longo do tempo, que são de facto indivíduos únicos, com vontades e necessidades únicas. É importante, pois, assegurar o ambiente em que estão envolvidas, até porque, tendo em conta essa individualidade, tudo o que podemos fazer é zelar para que o  ambiente em que a criança vive seja de amor, higiene, conforto e segurança, sobretudo nos primeiros anos de vida, que vão definir muito do que a criança será em adulta.

Cuidados a ter com o bebé

Um dos maiores cuidados a ter inicialmente é com a sua higiene diária. A pele do bebé possui, como a dos adultos, uma fina camada de oleosidade, de qualidade insubstituível. Devemos, portanto, mantê-la diariamente. Primeiro que tudo deixar a pele absorver o vérnix inicial com que o bebé nasce evitando o banho nos 2 primeiros dias.

Depois disso, podemos optar ou  por uma limpeza diária do rosto, pregas da pele e rabinho ou por um banho curto com pó de trigo ou óleo de banho. Será suficiente dar banho três a quatro vezes por semana.

Nas zonas onde houve contacto com xixis, cocó, ou vomitados, muitas vezes bastará lavá-las com água limpa. Se a pele for muito sensível, é natural que faça reação ao cloro da água da torneira e, por isso, pode sempre usar produtos que não necessitem de ser removidos com água na limpeza do rosto ou da zona da fralda. Os resíduos de cremes ou fezes podem ser removidos com óleo 100% natural, para uma melhor absorção e hidratação da pele do bebé.

Em relação aos óleos cutâneos infantis, os mais adequados são os que contêm calêndula, camomila, argan ou amêndoas, por serem muito calmantes e semelhantes à pele do bebé.

Na hora de ir para a rua não esquecer os muito versáteis toalhetes. Mas atenção,  use sempre toalhetes biológicos para serem muito suaves para a pele.

Os bebés e os produtos cosméticos

E por falar em cuidados com a pele do bebé… Sabia que, nos primeiros dias de vida, os bebés têm contacto com cerca de 35 produtos cosméticos? São sabonetes e gel duche, cremes para corpo e rabinho e até perfumes dos adultos com quem convivem.

Pois é, a ideia é deixar os bebés limpos e cheirosos, mas, infelizmente, esses  cosméticos não fazem bem à saúde do seu filho. A maioria contém químicos que são nocivos para a saúde do bebé e podem causar alergias, irritações e até cancro. A pele da criança é tão fina que a absorção dessas substâncias incluídas nos cosméticos é maior. Estima-se que a sua pele delicada possa absorver 6 vezes mais do que a pele de um adulto. Agora, imagine a quantidade de químicos que o seu bebé vai acumular no organismo se usar diariamente champô, cremes, óleos…

Existem 6 ingredientes considerados tóxicos que deve evitar e que normalmente se encontram nos cosméticos para bebés:

1. Lauril sulfato de sódio

Ingrediente utilizado na maior parte dos produtos de higiene pessoal para fazer espuma, eliminando o excesso de oleosidade tanto na pele como no cabelo. No entanto, a sua utilização prolongada pode provocar irritações na pele e nos olhos e, em casos mais graves, diarreia e dificuldades respiratórias. Até aos 6 anos deve ser evitado porque contribui para os dentes ficarem mais amarelados.

2. Óleo mineral

Sabia que os óleos para bebé são, na maioria, óleos minerais com fragrâncias? E que o óleo mineral é feito a partir de petróleo? Por isso, evite os óleos à base deste composto, que impedem a pele de respirar e libertar toxinas, uma vez que criam uma espécie de “capa” sobre a pele.

3. Propilenoglicol

Composto químico que funciona como diluente de outras substâncias (usado em fábricas onde os trabalhadores têm de usar proteção quando manuseiam este produto).  Permite ter texturas mais cremosas e uniformes. O seu uso pode causar alergias, irritações e afetar os rins e o fígado.

4. Perfume

Feito à base de petróleo, este composto pode ser, na verdade, feito a partir de quase 4 mil ingredientes químicos. De acordo com alguns testes, este composto contém alérgenios, desreguladores de hormonas e toxinas que podem causar danos cerebrais e distúrbios comportamentais.

5. DEA, TEA e MEA

Desreguladores hormonais que podem provocar cancro. Compostos facilmente absorvidos pela pele.

6. Parabenos

São agentes de conservação conhecidos por irritarem a pele e os olhos. São causadores de alergias de contacto. Alguns parabenos são suspeitos de causarem cancro, desde a publicação de estudos que mostravam a presença de parabenos em tumores do peito, por exemplo. A toxicidade reprodutiva dos parabenos já foi demonstrada.

Então o que fazer?

Procurar cosméticos biológicos, sem produtos sintéticos ou derivados do petróleo e muito ricos em substâncias calmantes e regenerantes para a pele do bebé.

imagem fornecida pelo autor

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.